Parte dos que tentavam desde domingo entrar no Sistema de Seleção Unificada conseguiu a poucas horas do prazo, que acaba às 23h59

Depois de dias de tensão, muitos candidatos ao Sistema de Seleção Unificado (SiSU) conseguiram se cadastrar para concorrer a vagas em universidades nesta quinta, a poucas horas do prazo final, que termina às 23h59. Reclamações de erros e falta de transparência na correção da prova continuam, mas muitas pessoas que tentavam desde domingo se viram felizes por finalmente acessar o site.

Após dias, Sidnei de Souza conseguiu ver quais eram suas chances no SiSU
Amana Salles/Fotoarena
Após dias, Sidnei de Souza conseguiu ver quais eram suas chances no SiSU

Sidnei Rodrigues de Souza, de 21 anos, conta que além do computador de casa fez uma peregrinação por vários computadores públicos e testou navegadores diferentes até que finalmente conseguiu nesta manhã, em uma biblioteca da zona norte de São Paulo. “Foi um alívio”, contou sorridente enquanto acessava novamente a página online.

“Só depois de dias consegui ver como era o SiSU e quais eram as minhas chances”, disse o jovem que tentará uma vaga em Ciências Sociais na Universidade de São Carlos (Ufscar) e na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e até o momento estava com pontuação pouco abaixo da nota de corte apontada.

Dino Campos recebe a mensagem de tempo esgotado e não consegue entrar
Amana Salles/Fotoarena
Dino Campos recebe a mensagem de tempo esgotado e não consegue entrar
O web designer Dino de Campos, de 60 anos, que também tentava entrar no SiSU desde domingo, cumpriu apenas parte do cadastro, apesar das horas tentando diariamente. “Depois de 15 minutos vinha uma mensagem de que o site excedeu o tempo limite e nunca conseguia”, conta.

Na quarta-feira, ele saiu do computador com sistema Linux em que costuma trabalhar, foi até um outro com Windows e conseguiu. “Acho que é esse o problema”, diz enquanto, de volta ao Linux, tenta acessar novamente o site para fazer a segunda opção de curso conforme a nota de corte das diversas instituições. Novamente o sistema não carrega. “Minha esperança é que funcione com outro software.”

Repórter também enfrenta dificuldade

A repórter de Educação, Marina Morena Costa, que fez o Enem para testar o sistema também enfrentou dificuldades para se cadastrar no SiSU. Apesar de tentar desde segunda-feira, conseguiu somente às 15h desta quinta-feira, mesmo com acesso durante o horário comercial a um computados com acesso à internet por banda larga.

Nos primeiros dias, a página do SiSU não carregava. No penúltimo e no último dia o erro 003, “senha inválida” tonou-se recorrente – apesar de digitada corretamente. Através de comentários no Twitter, descobrimos que era preciso solicitarmos uma senha provisória no site do Enem em um link diferente do informado na home do SiSU, que não estava funcionando. Link correto: sistemasenem2.inep.gov.br/resultadosenem/ o indicado pele MEC ( sistemasenem2.inep.gov.br/resultadosenem/esqueciSenha/recuperarSenha.seam )não funciona.

Flavio Santos conta que, apesar de lentidão, não enfrentou grandes problemas
Amana Salles/Fotoarena
Flavio Santos conta que, apesar de lentidão, não enfrentou grandes problemas

Após receber a senha provisória por SMS, a repórter cadastrou uma nova no site do Enem. O acesso à página de inscrições do SiSU só foi completado com sucesso quando tentamos de um outro computador. Durante a escolha do curso, o site caiu três vezes, mas foi possível completar o processo e selecionar as duas opções de curso.

Alguns conseguem
Nem todos os candidatos enfrentaram a mesma dificuldade. O estudante Flavio Tadeu Santos, conseguiu entrar na segunda-feira, primeiro dia em que tentou e nesta quinta, quando voltou ao site, também não teve dificuldades. Embora com alguma lentidão, foi possível. “É preciso ter paciência, mas funciona”, afirma.

No final da tarde desta quinta-feira, a Justiça Federal do Ceará decidiu que candidatos que se sintam prejudicados têm o direito de pedir para ver a correção e recorrer do resultado . O Ministério da Educação ainda pode reverter a decisão no tribunal regional e superior.

* colaborou Marina Morena Costa

    Leia tudo sobre: Enem
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.