Ministério Público Federal no Ceará pede recorreção do Enem

Promotor tomou a decisão após receber reclamações de todo o País sobre notas e redações anuladas

iG São Paulo |

O Ministério Público Federal no Ceará (MPF-CE) solicitou nesta quinta-feira que a Justiça Federal determine a recorreção das provas de todos os candidatos que prestaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O pedido foi feito pelo procurador da República Oscar Costa Filho, que adicionou a solicitação à ação civil pública ajuizada na última terça-feira (18), que pedia a suspensão da divulgação do resultado do Sistema de Seleção Unificado (SiSU).

Para Costa Filho, somente a recorreção das provas vai permitir que todas as dúvidas e reclamações que envolvem o Enem sejam esclarecidas. “O Enem 2010 é uma caixa-preta a ser aberta”, afirma o procurador, que tomou a decisão diante de inúmeras denúncias de falhas de correção.

Estudantes de diferentes partes do País têm encaminhado reclamações e denúncias ao Ministério Público Federal com reclamações recorrentes de provas anuladas irregularmente; faltas atribuídas a candidatos que estiveram presentes; e pontuação muito discrepante da esperada.

Nesta quinta-feira, o Ministério da Educação (MEC) disponibilizou nos boletins de desempenho o motivo da anulação das 14 mil redações que obtiveram nota zero.

A ação do MPF-CE tramita na 7ª Vara Federal na Justiça Federal no Ceará.

    Leia tudo sobre: EnemSisujustiçaaçãorecorreção

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG