MEC culpa alunos por problemas com as notas do Enem

Segundo o Ministério, estudantes deixaram de assinalar campo que indicava cor da prova

iG São Paulo |

O Ministério da Educação (MEC) informou neste sábado que o problema apontado por alunos que prestaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2010, no qual eles alegavam que a redação havia sido anulada, provas estavam sem pontuação ou com o status de “ausente”, em um dos dias do exame, se deu por conta do campo, no caderno de respostas, que indicava a cor da prova não ter sido assinalado.

Segundo o MEC, a ausência desta informação impossibilitou que as provas pudessem ser identificadas. Ainda de acordo com o órgão, no primeiro dia de provas, 10 mil exames não foram corrigidos, devido a essa falta de informação. Já no segundo dia, outras sete mil provas não tiveram as notas apuradas.

As reclamações tiveram início na última sexta-feira, um dia após o MEC divulgar o boletim de desempenho dos alunos. No mesmo dia, no Twitter, o iG Educação recebeu dezenas de reclamações de estudantes. Havia pessoas que afirmavam ter feito as provas, mas constavam como ausentes no boletim de desempenho do Enem.

Ainda durante a sexta-feira, o site do Enem apresentou instabilidade nesta sexta-feira que impossibilitava recuperar a senha de acesso. Após preencher todos os campos, o candidato recebia a seguinte mensagem: "Erro inesperado, por favor tente novamente mais tarde". O MEC corrigiu o erro e agora é possível recuperar a senha. O Ministério também ressaltou que a melhor opção para recuperar a senha é através de SMS, pois muitos servidores de e-mail identificam a mensagem do MEC, como spam.

    Leia tudo sobre: mecenemprovasresultadoreclamações

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG