Inep institui oficinas para elaborar e revisar questões para Enem

Número elevado de questões usada em pré-teste que vazou no Ceará evidencia que opções estão restritas

Cinthia Rodrigues, iG São Paulo |

O novo presidente do Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais (Inep), Luiz Claudio Costa , instituiu a realização de oficinas para a elaboração e revisão de perguntas para o Banco Nacional de Itens, do qual são retiradas as questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). No ano passado, um pré-teste de itens para a prova vazou e pelo menos 639 alunos tiveram acesso ao conteúdo antes do teste.

A portaria que trata do assunto foi publicada nesta sexta-feira no Diário Oficial da União. De acordo com o texto, as oficinas poderão ser “centralizadas e descentralizadas” e ocorrerão nos “ambientes seguros do Inep ou das Instituições de Ensino Superior credenciadas conforme procedimentos descritos em editais próprios”.

Serão chamados para os eventos os docentes credenciados no banco de colaboradores do Inep e haverá supervisão de servidores indicados pelo Instituto.

De acordo com o Ministério da Educação, o Banco Nacional de Itens (BNI) tem atualmente cerca de 20 mil questões disponíveis para avaliações educacionais. O vazamento do pré-teste, no entanto, mostrou que a maioria delas não serve para o Enem: de um único pré-teste com algumas dezenas de perguntas 14 foram usadas na edição seguinte do exame.

Em 2012 estavam previstas duas edições do Enem, uma em abril e outra em outubro. A primeira foi cancelada , segundo o MEC por atrasos causados pelo processo judicial para cancelar o Enem de 2011 e pela troca de ministros, no entanto, desde então, não foram testadas novas questões para o Banco Nacional de Itens.

    Leia tudo sobre: enembanco nacional de itenspré-testeperguntas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG