“Fiz Enem para conseguir conversar com filhos”, afirma candidata

Também existem candidatos com graduação que pensam em outros cursos superiores

Wilson Lima, iG Maranhão |

Wilson Lima/iG Maranhão
Luzia Pereira Soares quer cursar o ensino superior para conversar com os filhos
Entre os candidatos que estão prestando o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) , tem gente que pensa além de uma vaga no ensino superior. Existem graduados que tentam uma nova carreira e pessoas mais humildes, que querem apenas ter a chance de atingir o nível intelectual dos filhos.

A dona-de-casa Luzia Pereira Soares, de 43 anos, tem três filhos: todos já chegaram ao ensino superior. Ela diz que sempre trabalhou em função dos filhos e que agora, de certa maneira, se sente deslocada em não conseguir ajudá-los em algumas disciplinas.

“O nível intelectual deles é maior que o meu. Quero fazer ensino superior para conseguir ter algo a mais para conversar com eles”, diz a dona-de-casa que já trabalhou também como autônoma e comerciante.

“Estou achando as provas com um nível relativamente fácil. Fiz cursinho por três meses e estudei bastante em casa com a ajuda dos meus filhos. Vamos ver o que acontece”, descreve a dona-de-casa.

Um outro candidato que não busca a primeira vaga no ensino superior é Luís Fernando de Carvalho, de 41 anos. Professor de química, Luís Carvalho quer se especializar na área de bio-química. Ele está fazendo as provas do Enem para conseguir uma vaga nos cursos de Farmácia ou Nutrição da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

“Acho que posso melhorar a minha carreira. Na verdade, não estava fazendo nada de importante ultimamente e decidi tentar uma vaga”, descreveu o professor de química.

    Leia tudo sobre: enem 2011provasluzia pereira soares

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG