Exército receberá R$ 1,5 milhão pela segurança do Enem

Ministério da Defesa será responsável por guardar as provas e distribuí-las em locais de difícil acesso

Priscilla Borges, iG Brasília |

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), determinou nesta segunda-feira a transferência de R$ 1,5 milhão para o Ministério da Defesa. O objetivo é custear a segurança do armazenamento das provas que serão aplicadas a mais de 4 milhões de estudantes nos dias 6 e 7 de novembro.

O valor é maior do que o gasto no ano passado, quando o Ministério da Educação investiu R$ 1,26 milhão na segurança das provas. Após o vazamento de um conjunto de testes em outubro de 2009, a operação de distribuição do Enem passou a ser feita pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, com suporte do Exército e da Polícia Federal. Em algumas localidades, as Forças Armadas são responsáveis por levar os exames aos locais de aplicação do Enem, porque os Correios não possuem estrutura logística suficiente.

Em portaria publicada no Diário Oficial desta segunda, o Inep afirma que o Exército será responsável pela guarda de 10 milhões de cadernos de provas, que estão sendo impressos na cidade de São Paulo, pela gráfica RR Donnelley e serão distribuídos para todo o País.

    Leia tudo sobre: educaçãoEnemprovasExércitoCorreios

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG