Estudantes reclamam que seus cursos foram alterados no SiSU

Falha no site que expõe dados de alunos volta a ocorrer. MEC diz que não houve vazamento e que ninguém alterou informações

Marina Morena Costa e Tatiana Klix, iG São Paulo |

O problema técnico ocorrido na noite de segunda-feira no site do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) , que expos dados de candidatos , voltou a acontecer na manhã desta terça-feira (18). Ao entrar na página de inscrição para concorrer a vagas em universidades públicas com a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), os estudantes conseguiam visualizar dados de outras pessoas como o desempenho no exame e os cursos escolhidos.

Segundo nota publicada nesta manhã pelo Ministério da Educação, o problema ocorreu após a manutenção dos equipamentos da página do SiSU, das 19h30 às 20h ontem e hoje, por quatro minutos, às 6h, em função da troca de outro equipamento para melhorar a capacidade do sistema.

O MEC afirma que não havia possibilidade de navegação e que em nenhum momento foi possível a troca de inscrição ou a manipulação dos dados dos estudantes.

No entanto, alguns candidatos relatam que, ao checar sua página de inscrição nesta terça-feira no SiSU, perceberam que tiveram os cursos alterados ou a inscrição cancelada. É o caso de André Luiz Gomes Filho, de Suzano (SP), que havia confirmado sua inscrição em Ciências Ambientais na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). “Quando loguei, me deparei com os dados de outro estudante de Curitiba. Tomei um susto e fiquei preocupado, então resolvi sair e logar novamente, porém ao fazê-lo a data e a hora da minha inscrição estavam alteradas e o campo onde constava a minha classificação estava vazio”, relata o estudante.

Karenn Rocha dos Reis da Silva, de 16 anos, de Manaus, relata problema semelhante. Nesta segunda, ao entrar na página, encontrou dados de outra pessoa. "Se eu quisesse alterar, podia ter feito. Tinha a opção alterar inscrição", conta. Ao entrar novamente no SiSU nesta terça, conseguiu ver os próprios dados, porém com opções de cursos alteradas. A aluna que quer concorrer a uma vaga de Odontologia na Universidade Federal do Amazonas (UFAM) estava inscrita para o curso de engenharia de alimentos no Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia, de Pernambuco. "Até agora (12h), não consegui corrigir o meu curso. Quando dou finalizar, aparece uma mensagem de erro", reclama.

Amana Salles/Foto Arena
"Achei que era uma brincadeira", diz Leonardo Bueno sobre a troca de suas opções de curso no SiSU
Na porta para prestar a segunda fase do vestibular da Unicamp, em São Paulo, Leonardo Bueno, 18 anos, conta que tinha se inscrito no Sisu com a primeira opção em Física na Universidade de São Carlos (Ufscar) e a segunda em física na UFRJ. Quando entrou pra checar a nota de corte, viu que sua primeira opção tinha mudado para Construção de Edifícios e a segunda estava em branco. “Nem sabia que existia esse curso. Achei que era uma brincadeira.” Ele mesmo alterou manualmente para as opções anteriores.

Catarina Neves, de 17 anos, que também tenta uma vaga na Unicamp, diz que se inscreveu em biotecnologia na UFRJ, mas teve sua primeira opção alterada para Administração na Federal do Piauí. Ela resolveu sair e entrar de novo no sistema, mas não conseguiu logar por duas horas. “Fiquei bem preocupada, mas quando finalmente acessei, o problema estava corrigido”. O sistema corrigiu automaticamente.

MEC nega vazamento

De acordo com o MEC, houve uma confusão no banco de dados do sistema e algumas fichas foram alteradas. O ministério indica aos estudantes limpar o cachê de seus computadores e checar o status de sua inscrição, pois a opção de curso pode estar alterada. Quem não checar a situação de sua inscrição até quinta-feira, pode ser aprovado em um curso que não escolheu.

O MEC garante que nenhum candidato conseguiu alterar os dados do outro, mas assume que o problema técnico pode ter alterado as inscrições.

Veja a íntegra da nota do MEC sobre a confusão de ontem:

“O Ministério da Educação esclarece que após a manutenção extraordinária dos equipamentos da página de inscrição do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), realizada entre as 19h30 e as 20h de segunda-feira, 17, alguns estudantes foram redirecionados, por poucos minutos, para páginas e dados aleatórios. Sem, no entanto, possibilidade de navegação.

O problema voltou a ocorrer na abertura do sistema, na manhã desta terça-feira 18, por quatro minutos, as 6h, em função da troca de outro equipamento da rede destinado a melhorar a capacidade do sistema.

O MEC assegura que em nenhum momento foi possível a troca de inscrição ou a manipulação dos dados dos estudantes.”

* Com reportagem de Guilherme Pichonelli

    Leia tudo sobre: SiSUEnemnotasiteuniversidadevagaserrovazamento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG