Escritor avisa pelo Twitter que Enem errou ao reproduzir "1808"

Laurentino Gomes conta que está "chateado" porque é a favor do Enem, mas ficou frustrado com erro

iG São Paulo |

Laurentino Gomes, autor do livro “1808” citado em uma das questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi de lisonjeado a frustrado com o fato. O trecho reproduzido, sobre a abertura dos portos, estava com a data, que é título da obra, errado.

O autor conta que ficou feliz ao saber, no final da tarde de domingo, pelo Twitter, que sua obra foi usada no teste. “Me senti orgulhoso e lisonjeado”, conta. Minutos depois, viu comentários de professores sobre um erro de informação no trecho, que dizia que os portos se abriram em 2010, e passou a preocupado. “Fui correndo abrir a página para ver, temendo que tivesse publicado errado, estava correto.

Laurentino, respondeu no próprio Twitter: “A prova do Enem, que usa meu livro 1808 como fonte, cita 1810 como data da abertura dos portos. O correto é 1808. Erro do MEC, não meu!”. No Facebook, ele publicou o trecho correto.

“Estou muito chateado porque sou a favor do Enem. Acho uma conquista para o Brasil e, no entanto, pelo que vi, a prova foi mal feita”, lamentou ao iG. Segundo ele, até a tarde de segunda, nenhum responsável pelo teste havia entrado em contato com ele ou respondido seus comentários em redes sociais. “Espero uma resposta em algum momento.”

O Ministro da Educação, Fernando Haddad, disse que esta falha não prejudica a prova. “Segundo os técnicos do Inep essa informação não prejudica a chegada ao resultado correto. Eles estão reunidos e vão tomar uma decisão”, disse.

    Leia tudo sobre: EnemLaurentino Gomesabertura dos portos1808

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG