Enem valerá como primeira etapa do vestibular 2012 da UFMG

Direção da universidade anuncia novas regras na seleção, que incluem provas de português e literatura para 44 cursos

AE |

selo

A direção da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) informou hoje que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) será usado como a primeira etapa do vestibular de 2012. O Enem está com inscrições abertas até 10 de junho e pela segunda vez substituirá as provas iniciais do processo de seleção da instituição. 

A pró-reitora de graduação da UFMG, professora Antônia Vitória Aranha, afirmou que não haverá outra forma de ingresso na instituição que não seja o exame realizado pelo Ministério da Educação (MEC). "Quem quiser fazer o vestibular da UFMG, deve se inscrever no Enem. Não fará as provas quem não se inscrever", disse, referindo-se à segunda etapa do vestibular, prevista para a primeira quinzena de janeiro do ano que vem. 

No último vestibular, estudantes recorreram à Justiça para fazer as provas da segunda etapa por causa de uma série de problemas no Enem. 

Hoje, Antônia confirmou também as novas regras para o processo seletivo da instituição, que incluem provas de português e literatura brasileira para 44 cursos, antes dispensados destes exames. Outra mudança afetará os candidatos a uma vaga no curso de Gestão de Serviços de Saúde, que serão submetidos também a uma prova de matemática, além das que já estavam previstas. 

Até então, as provas de português e literatura brasileira na segunda etapa eram exigidas apenas dos candidatos aos cursos de Letras, Comunicação, Teatro e Dança. A professora justificou a mudança com a necessidade de "avançar com o perfil do estudante da UFMG, no sentido de que ele tenha mais habilidades de interpretação e de leitura, fundamentais em qualquer área do conhecimento". 

No entanto, dos estudantes dos demais cursos não serão cobradas leituras de livros. Já os candidatos a um destes quatro cursos deverão ler "Espumas flutuantes", de Castro Alves; "Joias de família", de Zulmira Ribeiro Tavares; "Infância"; de Graciliano Ramos; e "Dom Casmurro", de Machado de Assis. "Mar Absoluto", de Cecília Meireles, que estava na lista inicial, mas sua leitura não será mais obrigatória, pois as edições da obra estão esgotadas.

    Leia tudo sobre: enemvestibularufmg

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG