Enem: trânsito faz alunos seguirem à pé em Salvador

Cerca de 430 mil candidatos estão prestando o exame neste fim de semana

AE |

selo

O trânsito intenso nas imediações dos locais onde são realizadas as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), em Salvador, foi o principal problema enfrentado pelos estudantes que fazem hoje as provas. Na região do Colégio Central, no centro da capital baiana, muitos inscritos precisaram deixar os carros e seguir à pé para não perder o horário.

Foi o caso de Carolina Corrêa Santos, 18 anos, que pretende usar a nota no Enem para ingressar no curso de Direito. "Do jeito que o trânsito está lento, só mesmo indo à pé para não correr o risco de encontrar o portão fechado. Prefiro garantir que vou entrar", comentou.

Bruno Millen, 20, que tenta uma nova chance no curso de Biologia, foi um dos últimos a chegar ao Pavilhão de Aulas I da Universidade Federal da Bahia, em Ondina, onde realiza o exame. "Vim de ônibus e não imaginava que tinha tanta gente vindo para cá. Quase não chego à tempo" disse enquanto entrava, minutos antes de os portões se fecharem.

O mesmo problema enfrentava quem se dirigia a outros colégios no bairro de Nazaré. Maria da Glória Varjão, que trabalha como fiscal no Enem, foi previdente. Chegou duas horas e meia antes. "Não gosto de me atrasar, e como aqui sempre fica congestionado, preferi me antecipar", disse. Em toda a Bahia, são 428 mil alunos prestando os exames do Enem neste final de semana.

    Leia tudo sobre: NACIONALGERAL

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG