Condições especiais serão dadas a 60 mil no Enem por doença ou religião

Todos marcaram na inscrição qual era a necessidade especial. Imprevistos devem ser informados ao fiscal de prova no exame

iG São Paulo |

Dos 5.366.780 de candidatos que farão este ano o Exame Nacional do Ensino Médio ( Enem ) neste fim de semana, 60,5 mil pediram, ao fazer a inscrição, atendimento especial nos dias de prova. O Ministério da Educação providenciou locais apropriados e condições requeridas para que todos façam as provas no sábado, 22, e no domingo, 23.

Guia do candidato: Saiba o que levar à prova

Os 33.328 inscritos no Enem que guardam o sábado por religião - como adventistas e judeus - devem chegar aos locais das provas no mesmo horário dos demais candidatos — entre 12 e 13 horas (de Brasília). Eles serão encaminhados, pelos aplicadores, a salas separadas, nas quais vão aguardar o início das provas. Não poderão levar nem consultar livros, apostilas, computadores, telefones celulares ou qualquer material de estudo.

Para os sabatistas, a prova de sábado, 22, começa após o por do sol, que de acordo com algumas religiões é o horário que encerra a guarda desse dia. A partir desse horário, o candidato terá o mesmo prazo de 4h30 dos demais. No domingo, 23, os sabatistas farão as provas no mesmo horário dos outros candidatos.

Imprevistos

Em casos ocorridos depois do período de inscrição, tais como acidente que resulte em fratura de mão ou braço, descoberta de doença contagiosa ou problema de visão, entre outros, o candidato deve comparecer ao local de prova com o cartão do estudante, procurar o coordenador de aplicação do estabelecimento e informar o ocorrido. O coordenador estará preparado para dar solução ao caso. Se for doença contagiosa, o candidato fará a prova em sala separada.

Siga o @igeducacao no Twitter


    Leia tudo sobre: enem 2011adventistasjudeus

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG