Ciência e tecnologia da federal do ABC é o mais procurado do SiSU

Novo balanço divulgado pelo Ministério da Educação mostra troca de preferências entre o curso e medicina da federal do Ceará

iG Brasília |

O bacharelado em ciência e tecnologia da Universidade Federal do ABC é o curso que mais recebeu inscrições pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do Ministério da Educação. O sistema selecionará candidatos para ocupar 83 mil vagas em instituições públicas por meio das notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Até esta terça-feira, 9.384 candidatos se inscreveram para concorrer às 1.500 vagas oferecidas pela instituição.

Nesta segunda-feira, o curso com mais inscrições era o de medicina da Universidade Federal do Ceará (UFC), que possuía 7.680 inscrições . Nesta terça, a graduação está na segunda posição, com 8.706 inscritos. Eles concorrerão a 300 vagas, sendo 160 oferecidas na sede, Fortaleza, 70 no campus Cariri e 70 em Sobral.

Medicina é uma das carreiras mais populares. Entre os dez com mais inscritos, há quatro de medicina: das federais do Rio de Janeiro (UFRJ), de Pelotas (UFPel) e de São Carlos (UFSCar). Direito possui dois cursos entre os dez: da Universidade Federal do Rio de Janeiro e da Universidade Federal do Maranhão.

Ciências e tecnologias da Universidade Federal do Semiárido (Ufersa) apareceu na sexta posição, com 3.481 inscritos e a graduação em ciências biológicas da Universidade Federal Rural de Pernambuco também é novidade entre os mais procurados, quando comparada à lista divulgada nesta segunda pelo MEC.

Veja os cursos mais procurados no SiSU :

Curso Instituição Inscritos Vagas
Ciência e Tecnologia UFABC 9.384 1.500

Medicina

UFC 8.706 300
Medicina UFRJ 4.966 151
Medicina Ufpel 4.565 98
Direito UFRJ 4.463 306
Ciências e Tecnologia Ufersa 3.481 600
Engenharia de Produção Ufscar 3.461 160
Ciências Biológicas UFRPE 3.337 160
Direito UFMA 3.111 140
Medicina Ufscar 3.042 40
Fonte: Ministério da Educação/dados de 18/01/2010

Problemas

Nesta terça-feira, os estudantes continuam enfrentando dificuldades para acessar o SiSU. Além da lentidão, os candidatos relatam trocas de dados nas inscrições. A Defensoria Pública da União no Ceará entrou com uma ação civil pública na Justiça Federal do Estado contra o exame, pedindo acesso às provas e aos critérios de correção utilizados na redação.

    Leia tudo sobre: EnemSiSUensino superioruniversidades

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG