Maria do Carmo, de 24 anos, planejava usar o resultado do exame para obter uma bolsa do Prouni

nullPor quatro segundos, Maria do Carmo, de 24 anos, viu seu sonho de ingressar numa universidade adiado. Moradora de Luziania, no entorno do Distrito Federal, perdeu o horário para realizar a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na Unip, Asa Sul de Brasília. O objetivo da candidata era obter uma vaga para algum curso com bolsa do Prouni.

"Se eu tivesse me atrasado 15 minutos, teria sofrido, mas por quatro segundos não me conformo", diz a candidata que saiu de casa às 11h40min, de ônibus. Quando chegou perto do local onde deveria prestar o exame, ao perceber que o trânsito estava ruim, desceu do coletivo e saiu correndo, mas, por muito pouco, não conseguiu encontrar os portões abertos.

    Leia tudo sobre: Enem
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.