Atrasados para o Enem em São Paulo culpam trânsito

Poucos candidatos perderam a prova em local onde houve confusão nos portões no sábado

Marina Morena Costa, iG São Paulo |

Neste domingo, poucas pessoas chegaram atrasadas na Uninove da Barra Funda, em São Paulo para fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) , onde no sábado cerca de 100 candidatos confundiram portões e perderam a prova . A prova de Linguagens, Matemática e Redação começou às 13h e vai até as 18h30. Em seguida, acompanhe a correção online no iG .

Veja também: Correção comentada das provas do Enem

Julien pereira
Claudio Henrique Alves de Souza perdeu prova no 2º dia em SP
O primeiro a chegar instantes após o fechamento dos portões foi Cláudio Henrique Alves de Souza, de 20 anos, que quer cursar Engenharia Elétrica. “Vim de lotação e peguei muito trânsito. Mas tem outra prova em abril. Na próxima pretendo chegar mais cedo”, diz o candidato que mora na Freguesia do Ó.

As amigas Ariane Soares, de 17 anos, e Daniele Calazans, 19 anos, chegaram cinco minutos após o fechamento dos portões. “Ontem não tivemos problemas, mas hoje pegamos muito trânsito”, conta Ariane, que pretende cursar Medicina. "No sábado chegamos adiantadas e hoje perdemos a prova", lamenta Daniele, que pretende ingressar em um curso de Direito.

Pamela da Paixão Costa, de 19 anos, também se atrasou. “O ônibus demorou muito para passar”, diz a candidata que pretende cursar Administração.
As candidatas afirmam que saíram de casa pouco antes das 12h, mas a recomendação do Ministério da Educação (MEC) é chegar ao local de prova com uma hora de antecedência.

Na espera

Julien Pereira/Fotoarena
Vanilda José de Castro, 58 anos, espera a filha de 17 anos, que faz o Enem em São Paulo
Depois do início da prova, do lado de fora ficam pais, mães e acompanhantes dos candidatos. Cláudia Cristina da Costa Santos, 43 anos, acompanha a filha de 16 anos e a sobrinha de 30 anos que prestam o Enem pela primeira vez. “Chegamos com um hora de antecedência. Eu dou apoio e cuido para elas não atrasarem. Acho que a gente aqui fora fica mais aflito e nervoso do que eles lá dentro”, afirma. Para passar o tempo, ela faz cruzadinha e conversa com outras mães que aguardam seus filhos.

Vanilda José de Castro, 58 anos, espera a filha de 17 anos que presta o Enem para cursar Medicina em uma faculdade pública. “É o sonho da vida dela e eu tenho que apoiar. O bom é que com o Enem ela pode tentar entrar em várias universidades, de diferente cidades, sem precisar viajar pra fazer vestibular”, aponta.


Avaliação do ensino médio e seleção para faculdades

O Enem avalia o ensino médio e é usado para compor a nota de vestibulares e pré-requisito para bolsa de estudos integral ou parcial do Programa Universidade Para Todos (Prouni) e o financiamento estudantil do Fies, ambos concedidos pelo governo federal. No primeiro dia, dos mais de 5,3 milhões de candidatos se inscreveram, 25,29% não compareceram . Foram aplicadas 45 questões de múltipla escolha de Ciências Humanas e 45 de Ciências da Natureza, consideradas de nível médio por professores de cursinho . Os alunos acharam a prova fácil, mas cansativa . O gabarito oficial será publicado na terça-feira.

Acompanhe a cobertura do Enem no Twitter @igeducacao .

Veja fotos dos atrasados no Enem este ano:




    Leia tudo sobre: Enem 2011provasatrasados

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG