Enem espera que candidato entenda a Língua Portuguesa como parte da identidade

Por Mateus Prado - especial para o iG |

compartilhe

Tamanho do texto

Competência número 8 de Linguagem inclui o significado da língua materna

"Compreender e usar a Língua Portuguesa como língua materna, geradora de significação e integradora da organização do mundo e da própria identidade." Esta é a 8ª competência de Linguagem exigida pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Com isso, os organizadores esperam que o aluno compreenda que os códigos usados na comunicação, ou língua, são um conjunto de regras interiorizadas no indivíduo desde bem cedo, através das experiências por que passa na infância. Esse conjunto de regras é, na língua portuguesa, de modo geral bastante parecido. Porém, assim como em outros aspectos da vida social, a língua carrega características regionais e específicas de cada grupo humano (idade, classe social, meio em que vive), o que chamamos de “diversidade linguística”.

Leia também: 

Confrontar opiniões ou pontos de vista é competência testada no Enem

Prova do Enem cobra símbolos e linguagens que caracterizam a sociedade

Para o Enem, o aluno deverá reconhecer a importância dessa diversidade linguística e compreender que, mesmo distante do padrão formal (norma culta), essas várias linguagens são muito importantes, cumprem sua função de comunicação e devem ser respeitadas e valorizadas. Ou seja, o Enem nega o preconceito linguístico, valorizando o uso regional e sociocultural da língua.

Apesar de indicar que a variação linguística não é um erro, questões do exame tendem a indicar que a linguagem deve ser usada conforme o ambiente. Para o Enem, será inadequado o uso de gírias em um congresso cientifico, bem como a utilização de uma linguagem extremamente formal, em uma roda de amigos.

Entenda também:

Outras competências de Linguagens

As competências exigidas em Matemática

As competências exigidas em Ciências Humanas

A utilização da linguagem culta formal aparece como fundamental para aquelas situações em que são necessárias a constituição de relações formais entre as pessoas, por exemplo na efetivação de contratos. Nesse sentido, o conhecimento da língua culta formal pode, inclusive, ser instrumento para garantir direitos.

As habilidades

Propondo esta competência, o Enem quer saber se você é capaz de:

Identificar, em textos de diferentes gêneros, as marcas linguísticas que singularizam as variedades linguísticas sociais, regionais e de registro;Relacionar as variedades linguísticas a situações específicas de uso social;Reconhecer os usos da norma padrão da Língua Portuguesa nas diferentes situações de comunicação.

Dicas

Escreva um texto da forma que você fala habitualmente. Depois disto, reescreva-o corrigindo todos os “erros” gramaticais.Escolha um texto do caderno de economia de algum jornal conceituado. Primeiro, reescreva o texto com a linguagem informal, como se estivesse contando a matéria para um amigo em um bar. Depois, procure gírias e outras variações linguísticas e aplique ao seu texto.

Proposta de aula

Proponha para sua sala a leitura do texto “Aí, Galera”, de Luís Fernando Veríssimo. Coordene um debate em que os alunos apontem o estranhamento encontrado na fala do jogador e na fala do jornalista. Depois divida a sala em grupos e distribua o conto “Antigamente”, de Carlos Drummond de Andrade. Peça que cada grupo reescreva um parágrafo, utilizando gírias e demais expressões das variantes linguísticas regionais e socioculturais.

Como a “diversidade linguística” aparece na prova do Enem? Vamos ver agora:

Reprodução
Resposta: B


Comentário: A questão reforça a importância de que se conheça a língua em seus mais diversos níveis e características - como a escrita. Utilizando-se do exemplo de uma carta de solicitação de emprego, a questão reflete como o domínio da palavra é fonte de poder em nossa sociedade. Ter conhecimento da funcionalidade da linguagem metafórica, regional, formal, culta etc., é imprescindível para uma boa atuação, compreensão e aceitação da nossa sociedade.



Leia tudo sobre: mateus pradoenem

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas