Irmãs baianas vão para o Rio se preparar para o Enem

Oriundas do interior, fazem a prova no fim de semana para conquistar uma vaga no ensino superior

Priscila Bessa - iG Rio de Janeiro |

Há 10 meses Jéssica Alves, 21 anos, deixou a pequena Gongogi, interior da Bahia, para viver com a irmã, Geisa Alves, 19 anos, no Rio de Janeiro. Jéssica terminou o ensino médio há três anos, mas desde então não ingressou na sonhada faculdade de engenharia civil porque em Gongogi o estudo termina no terceiro ano do ensino médio. Neste fim de semana, ambas fazem as provas na PUC-Rio, na zona sul da capital.

Cobertura completa: Veja especial do iG sobre o Enem 2012

"Quem quiser fazer faculdade precisa ir para Ilhéus ou Itabuna. Nem Enem temos na nossa cidade. Quando chega perto da prova precisamos implorar para a prefeitura ceder um ônibus e levar os candidatos até Ipiaú", conta Jéssica, que trabalha como estoquista para se sustentar na capital fluminense.

Geisa, que se mudou para o Rio há dois anos para se preparar para o Enem, trabalha como atendente e afirma não saber o que pretende cursar. "A única certeza é que quero fazer uma universidade. Em Gongogi eu precisaria fazer uma viagem de duas horas de ônibus para chegar em Itabuna, mas o pior é não ter como voltar. Porque os ônibus saem da nossa cidade mas só tem um para voltar às 16h. Se fizer aula à tarde ou à noite não tenho como voltar para casa", conta Geisa, que critica ainda a qualidade do ensino na região. "É muito ruim. Quem tem dinheiro vai para Salvador, mas quem é pobre não tem vez. Nosso pai é dono de um botequim, não tem condições", afirma ela.

Priscila Bessa
Jéssica Alves, 21 anos, e a irmã, Geisa Alves, de 19: candidatas do interior da Bahia vão para o Rio por falta de opção no ensino

    Leia tudo sobre: Enemprovasensino médio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG