Integração social é a solução apresentada por alunos na redação do Enem

“Movimento imigratório para o Brasil no século 21” foi o tema da redação do exame este ano. Candidatos deveriam apresentar uma solução este problema na explanação do texto

André Carvalho - iG São Paulo | - Atualizada às

Apresentando como exemplo a presença de bolivianos e haitianos em território brasileiro, o tema da redação do Enem 2012 pediu que os candidatos discorressem sobre  “Movimento imigratório para o Brasil no século 21” . Ao pegar os estudantes de surpresa , uma das maiores dificuldades enfrentadas foi a exigência de apresentar uma solução a esta problemática. Abordados pela reportagem do iG em São Paulo, candidatos repetiram um discurso alinhado, afirmando que o Brasil deve promover uma integração social com os imigrantes estabelecidos no País.

Bruno Zanardo/Fotoarena
Katia Gonzales, de 33 anos, aprova a exigência de apresentar uma solução a um problema social na Redação

Para Kátia Gonçalves, de 33 anos, o tema da Redação “foi algo que ninguém esperava”. A agente de saúde, que busca uma vaga em uma faculdade de Medicina pelo Prouni – ou ainda em alguma universidade federal – apresentou, como solução ao problema da imigração descontrolada no Brasil a “geração de empregos para estas pessoas”. A candidata aprova a exigência da obrigatoriedade da apresentação de uma solução a um problema social na redação. “É bom pra raciocinar, ajuda o candidato a pensar melhor”, explica.

Leia mais: Acompanhe correção do 2º dia do Enem 2012

Melhorar a habitação, gerar emprego e resgatar a cidadania dos imigrantes foi a solução apresentada por Daniel Campos Sarasko, de 19 anos, em sua redação. O estudante, morador da Freguesia do Ó, que almeja uma vaga em Fisioterapia em alguma faculdade particular, por meio do Prouni, também ficou surpreso com o tema. “Não está tanto na mídia, é ocultado por outros assuntos”, disse.

Enem 2012: Veja fotos do 2º dia de provas pelo Brasil

Prestando o Enem pela segunda vez na busca de uma vaga em uma faculdade de Engenharia pelo Prouni, Felipe de Oliveira Pinheiro, de 20 anos, avalizou a opinião dos outros entrevistados sobre como solucionar a problemática da imigração de bolivianos e haitianos no Brasil. “Temos que criar uma infraestrutura para absorver essa mão de obra e qualificá-la”, avalia, completando que, assim “mostraremos para o mundo que somos solidários”.

Bruno Zanardo/Fotoarena
Afonso Benjamim, de 18 anos, afirma que o Brasil deve promover uma integração social com os imigrantes

Afonso Benjamim e Silva Medeiros, de 18 anos, também crê que a integração social com os imigrantes possa ser a melhor solução. Para a aluno de Matemática da Uninove, que almeja uma bolsa de estudos por meio do Prouni, “devemos ir nas comunidades, levar cursos profissionalizantes e oferecer vagas de trabalho para os imigrantes”.

    Leia tudo sobre: Enem

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG