Presidente do Inep fecha detalhes das regras do exame de 2012 com Mercadante nesta quinta. Correção da redação deve mudar

O presidente do Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais (Inep), Luiz Cláudio Costa, afirmou nesta quarta-feira que fechará na quinta o edital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2012 com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante. As regras devem ser divulgadas ainda neste mês.

Durante discurso no 5º Fórum da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), o presidente do órgão responsável pelo exame afirmou que sua equipe trabalhou "fortemente na questão da redação e do banco de itens".

Mercadante: questões do Enem serão públicas quando chegarem a 50 mil

As principais mudanças que devem ser feitas no Enem são quanto à correção da redação. Até o ano passado, as redações eram corrigidas por dois corretores e, quando havia diferença de mais de 300 pontos, o texto era encaminhado a um supervisor que dá a nota final do candidato. Em 2011 cresceram os processos judiciais de candidatos que questionaram suas notas finais. Neste ano a diferença entre as notas pode cair e o número de corretores deve aumentar.

Costa afirmou que é preciso aprimorar o processo e reduzir qualquer inquietação quanto à segurança do Enem. Ele chamou os diversos problemas das edições anteriores de "fatos isolados" e disse que não tiveram a ver com gestão.

Prova Brasil

O presidente do Inep disse à platéia composta por secretários e dirigentes municipais de educação que os dados da Prova Brasil de 2011 estado em fase final de computação e devem ser divulgados entre o final de junho e começo de julho deste ano.

Atendendo a uma reivindicação da Undime, os resultados da prova que é a base para o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) serão divulgados primeiro para os secretários, para que eles não sejam surpreendidos pela imprensa.

Leia também : Inep estuda ter 5 corretores em redações do Enem discrepantes

Costa falou também sobre a Prova Nacional de Concurso para Ingresso na Carreira Docente . O exame será pré-testado em agosto deste ano com 15 mil professores (12 mil professores da rede pública e 3 mil estudantes). O Inep trabalha na elaboração de itens para a prova, que serão validados neste teste.

O exame deverá acontecer no segundo semestre de 2013. O Ministério da Educação anunciou o teste em 2010 como forma de auxiliar os municípios na seleção de professores.

    Leia tudo sobre: enem
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.