Em nota, Unesp admite que vestibular foi usado como simulado

Dos convocados na 1ª chamada, 90% não se matricularam. Instituição estuda incluir opção "simulado" em seleção de meio de ano

iG São Paulo |

A Universidade Estadual Paulista (Unesp) divulgou nesta sexta-feira nota em que admite que a maioria dos 12 mil inscritos no vestibular de meio de ano - o mais concorrido da história da instituição - usaram a seleção como treinamento. O iG mostrou na quinta-feira que dos 510 convocados na 1ª chamada, 90% não se matricularam .

Na nota, a universidade diz que a diretoria estuda a inclusão de uma opção simulado para candidatos que, querem prestar o concurso para ver como se saem, mas não estão interessados em nenhuma das oções oferecidas nesta seleção.

Leia íntegra da nota:
O vestibular da Unesp é reconhecido pela qualidade do instrumento de avaliação educacional em processo seletivo, com concepção pedagógica de caráter generalista (prova única para todas as carreiras, fundamentada nos Parâmetros Curriculares Nacionais e na Matriz de Referência Curricular do Estado de São Paulo, portanto construção de itens e conteúdo programático que contemplam todos os grandes processos seletivos do País). Somado ao fato de a Unesp ser a única Universidade pública paulista a oferecer exame no meio de ano, isso contribui para que muitos candidatos reconheçam os benefícios do investimento na avaliação e se inscrevam, visando a uma melhor preparação para as provas do fim de ano, quando na Unesp é oferecida oportunidade para quase 7 mil vagas e 156 cursos em 19 cidades, incluídos entre eles carreiras muito competitivas, como Direito e Medicina, principalmente, que não estão presentes no Vestibular Unesp Meio de Ano.

A Fundação Vunesp e a Unesp, desde a implantação do Vestibular Meio de Ano 2001, vêm acompanhando a evolução das inscrições e o processo de matrícula, e com a mudança do processo em 2009 perceberam o crescimento dessa demanda, buscando opções para ao mesmo tempo realizar o processo seletivo aos seus cursos de graduação com agilidade e atender as expectativas dos candidatos que queiram adquirir experiência no processo seletivo, fornecendo subsídios para sua auto-avaliação.

No Vestibular Unesp Meio de Ano 2011, a carreira “Treineiro” foi proposta pela primeira vez, fruto da demanda percebida nos exames anteriores. Verificamos que quase a totalidade de inscritos nesta modalidade é composta por candidatos que vão se formar em 2011 ou depois, mostrando que os já formados e que já são vocacionados em carreira específicas e não contempladas no processo não fizeram opção por este grupo, alterando assim o processo de matrícula .

Para aprimoramento do processo, estão sendo avaliados pela Diretoria Acadêmica da Vunesp estudos para discussão nos órgãos colegiados da Unesp. Uma das propostas é a implantação de um processo seletivo concomitante, com os mesmos instrumentos de avaliação, mas de forma simulada, aplicado junto com o Vestibular Unesp e com projeção para classificação em carreiras de interesse do candidato. Desta forma, os candidatos receberiam seus boletins de desempenho com informações relativas aos candidatos daquele período e de projeções relativas ao curso de interesse comparadas com o último exame realizado.

Por outro lado, a Fundação Vunesp e a Unesp entendem que o número de matriculados em primeira chamada do Vestibular Meio de Ano 2011 foi abaixo do esperado, principalmente em virtude do alto número de inscritos, mais de 12 mil candidatos para 510 vagas em 12 opções de cursos. Ressaltamos, porém, que no último exame de meio de ano, em 2010, houve a necessidade de convocação de 1.363 vestibulandos para preenchimento de 550 vagas, e que a nossa expectativa é de preenchimento total das vagas oferecidas em 2011.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG