Educação produzida

Quem não trabalha na área de educação muitas vezes não imagina as etapas existentes para se montar uma aula ou alguma atividade educacional. Na Educação a Distância (EAD) o processo não é diferente. Pelo contrário, é muito mais complexo.

Carlos Alberto Chiarelli |

Para elaborar uma aula de EAD a didática deve ser peculiar, pois tal metodologia requer muita disciplina por parte dos alunos e isso só é conquistado com base em um bom material. No EAD, primeiramente é preciso encontrar professores qualificados para falar sobre determinado assunto. Também é preciso treiná-los para que se familiarizem com as câmeras. Depois disso, é feito um roteiro inicial e, só assim,  inicia-se a produção das aulas.

As etapas são divididas, como em uma produção de cinema; por esse motivo, muitas vezes, o programa de um curso de EAD consegue transmitir de forma muito mais eficiente o conteúdo das matérias. Por trás de cada aula, há números expressivos de profissionais que trabalharam para que tudo saia da forma mais perfeita e clara possível para os alunos.

Para a elaboração de uma aula de Ensino a Distância, os professores precisam, além um bom preparo disciplinar, ter flexibilidade para conseguir transmitir o conhecimento necessário. Além disso, uma única aula de EAD, qualificadamente elaborada, leva um mês para ser concluída, tamanha a exigência das técnicas de produção envolvidas no processo.

Por isso, o prestígio do Ensino a Distância vem aumentando ano a ano. Segundo os resultados do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade/MEC), das 13 áreas em que se podem comparar estudantes da educação presencial com aqueles a distância, observa-se que, em sete cursos (Administração, Biologia, Ciências Sociais, Física, Matemática, Pedagogia e Turismo), os alunos de EAD foram melhores, com uma média de até 50% a mais de rendimento.

Isto prova que, nas instituições credenciadas de produção de material didático-pedagógico para EAD, a qualidade dos materiais e professores contratados supera qualquer dúvida a respeito desse método. Além disso, a tecnologia é a grande aliada do processo e um pilar de sustentação do EAD.  Sem mencionar os valores acessíveis dos cursos.

O conjunto desses fatores tem proporcionado a muitas pessoas a possibilidade de conquistar uma formação superior e de se tornar cidadãos conscientes e ativos na sociedade. Em resumo, é a produção planejada e sistêmica em prol da educação.


Carlos Alberto Chiarelli é ex-Ministro da Educação, Doutor em Direito e Diretor de Ensino a Distância do IESDE ¿ Inteligência Educacional e Sistemas de Ensino

    Leia tudo sobre: ensino a distância

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG