Educação do Rio de Janeiro usará técnica da Alemanha

RIO DE JANEIRO - O governador Sérgio Cabral, firmou nesta quinta-feira um acordo de cooperação técnica, na área de educação, com o governo da província da Renania. Após audiência com o governador alemão Jürgen Rüttgers, Cabral informou que todos os professores da rede estadual terão acesso ao modelo educacional daquele Estado, considerado o símbolo do desenvolvimento industrial da Alemanha.

Redação |

O acordo será realizado em duas fases: envio de secretários de Estado e grupos de professores à Alemanha para troca direta de informações; e criação de um site específico pelos professores do Estado, depois de treinados, e pelos especialistas alemães para democratizar a informação técnico-educacional.

Essa iniciativa vai abranger as escolas estaduais, a UERJ, a UENF e a FAETEC (Fundação de Apoio à Escola Técnica do Estado do Rio de Janeiro). Ao oferecer melhor formação aos professores e reciclá-los, nossos alunos vão ganhar muito, disse Cabral.

O ensino técnico será especialmente atendido. O governador lembrou que as vocações econômicas da Renania e do Rio de Janeiro ¿ setores de siderurgia, química e petroquímica ¿ são semelhantes. Segundo ele, uma vez treinadas, as pessoas poderão ser encaminhadas para a busca de empregos diretamente nesses pólos industriais do Estado.

Para recuperar a qualidade da educação no Rio é preciso, antes de mais nada, investir no professor. Essa é a base do nosso conceito para a área educacional. O Brasil está crescendo muito e o Rio de Janeiro tem uma forte agenda de investimentos. Precisamos formar a nossa mão-de-obra para que toda a população se beneficie desse crescimento, alegou.

Leia mais sobre: educação

    Leia tudo sobre: rio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG