Educação cívica está entre soluções para combater corrupção no País, diz cientista político

BRASÍLIA - Combater a corrupção é uma das preocupações atuais da sociedade. Para isso, o cientista político Fernando Filgueiras defende o resgate dos valores e da educação cívica. Segundo ele, o Brasil está caminhando para isso, mas as ações ainda são tímidas.

Agência Brasil |

O Brasil tem um experimentalismo muito grande na sociedade civil. As formas de controle de corrupção, como as ONGs têm mostrado alguns resultados. O gargalo é que nem sempre isso se transforma em políticas públicas Filgueiras.

O debate ocorreu durante o seminário Os Desafios do Combate à Corrupção no Brasil, promovido pela Controladoria Geral da União (CGU) e a Universidade de Brasília (UnB).

O secretário de Prevenção da Corrupção e Informações Estratégicas (SPCI) da CGU, Marcelo Ribeiro, que também participou do debate, ressaltou que a corrupção é um problema de cunho mundial e não apenas do Brasil. Existe uma preocupação com a corrupção no mundo inteiro.

Questões como a ética no serviço público, a investigação da corrupção e as convenções internacionais sobre o tema também foram expostas.

Para Filgueiras, trazer o debate para a universidade também pode ser considerada uma iniciativa de combate à corrupção Criar essa proximidade maior entre o processo de observação abaliza o debate permanente.

Leia mais sobre: Educação cívica

    Leia tudo sobre: educaçãoeducação cívica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG