Distrito Federal firma acordo que introduz o ensino da cultura indígena na educação básica

BRASÍLIA - As secretarias de Educação e Cultura do Distrito Federal assinaram na última quarta-feira um acordo de cooperação que prevê a introdução da cultura indígena na educação básica. A cerimônia ocorreu no Memorial dos Povos Indígenas (MPI), durante a abertura da programação da semana dedicada ao Dia do Índio, 19 de abril.

Redação com Agência Brasil |

O acordo prevê que, até o fim do ano, os professores serão capacitados para lecionar a cultura indígena nas escolas da rede pública do Distrito Federal. O MPI também irá disponibilizar o seu espaço para que os estudantes participem de atividades envolvendo a cultura dos índios.

Para a gerente de Ensino Médio do Distrito Federal, Penha de Souza, que esteve representando o secretário estadual de Educação, José Luiz Valente, o acordo tem um diferencial na introdução da cultura indígena no sistema educacional. Os alunos irão aprender por meio da vivência. Para nós, isso é de extrema importância e relevância, porque o ensino vai ser elaborado de forma diferenciada, em que o aluno vai aprender as habilidades em um local, realmente, apropriado, afirmou.

Embora a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional já estabeleça a obrigatoriedade do conteúdo da cultura indígena nas escolas, segundo Penha, o Distrito Federal será a primeira unidade da federação a trabalhar com a capacitação de professores com o objetivo de introduzir a cultura dos índios na rede pública.

A gerente ressaltou ainda a importância do apoio da sociedade para a efetivação do ensino da cultura indígena. Não basta somente a lei. Ela só terá eficácia se a sociedade abraçar essa questão e nada melhor que o caminho da educação, disse Penha.

Estiveram presentes na abertura da semana dedicada ao índio o coordenador geral de Artesanto Indígena da Fundação Nacional do Índio (Funai) Pedro Ortale e índios de etnias dos estados de Pernambuco e Mato Grosso.

A semana de comemoração realizada pelo MPI ocorre até o dia 19 com a exposição de fotos e vídeos e a realização de debates e rituais indígenas.

Leia mais sobre: Educação básica

    Leia tudo sobre: culturacultura indígenaeducação básicaindígena

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG