Aluno de 15 anos foi responsável pela agressão que gerou pedido de afastamento da docente e cancelamento das aulas desde o dia 22

Um aluno de 15 anos jogou um ovo e uma pedra na diretora da escola estadual Celso Ramos, em Prainha, no centro de Florianópolis. A Secretaria de Educação de Santa Catarina não informou a identidade da diretora, que pediu afastamento do cargo. As aulas foram suspensa e a direção da escola marcou para o dia 28 uma reunião com a comunidade para falar do caso e pedir mais apoio.

O aluno, que já veio transferido de outra instituição em que apresentava problemas de comportamento, está no 3º ano do ensino fundamental, junto com crianças que, na maioria, tem 8 e 9 anos de idade.

Segundo testemunhas, a diretora foi agredida ao chamar a atenção do estudante para sua falta de assiduidade às aulas. "Ele costuma perturbar o bom andamento da escola quando aparece", afirmou Ari César da Silva, gerente regional de Educação, órgão ligado à Secretaria de Desenvolvimento Regional. Segundo ele, a escola já tem dois seguranças contratados para evitar casos assim por estar em uma região considerada violenta.

Silva disse que pediu ao comandante do 4º Batalhão de Polícia Militar reforço do policiamento no local. Além dessa medida, o gerente informou que o Núcleo de Prevenção às Drogas, Violência e Sexualidade da Gerência de Educação vai fazer reuniões com professores, alunos e a comunidade para debater o tema.

(Com informações da Agência Estado)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.