Desvendando o novo Enem

O Ministério da Educação (MEC) reformulou o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Este ano, o número de questões e o conhecimento solicitado aumentaram. Além disso, ele será utilizado como processo seletivo por 42 das 55 universidades federais. ¿Com o emprego desse novo Enem, o vestibular decoreba deixará de existir¿, acredita Fabricio Barbosa Bittencourt, professor do Getusp. Como é importante ficar atento às novidades, o iG Educação preparou um manual. Confira:

Isis Nóbile Diniz |

Vestibular
As universidades adotaram o novo Enem como processo seletivo por meio de quatro opções: como fase única; como primeira fase do processo; em combinação com o vestibular já existente ou como fase única para as vagas que sobrarem do vestibular. Os processos seletivos das universidades devem começar após a realização do Enem. Será nesse momento que o aluno optará pelos cursos de interesse.

Unificado
A seleção unificada estará disponível para preencher as vagas remanescentes ou às instituições que usarem o Enem como única maneira de seleção. Neste caso, com o resultado da prova o candidato poderá concorrer a cinco cursos de todo o Brasil.

Inscrições
Elas deverão ser feitas exclusivamente pelo  site do Inep  até às 23:59 horas do dia 17 de julho. A taxa é de R$ 35, sendo que há isenção para alguns como aos alunos de escolas públicas. Os comprovantes de inscrição estarão disponíveis, após a efetivação dela, no mesmo endereço eletrônico. Em seguida, os candidatos receberão pelo correio o Manual do Inscrito que possui informações gerais e um questionário socioeconômico.

Provas
Até 2008, o Enem era composto por 63 questões interdisciplinares. Em 2009, a prova foi dividida em redação e quatro áreas do conhecimento: linguagens, matemática, ciências da natureza e ciências humanas. Cada uma terá 45 questões de múltipla escolha.

Pesos
A prova terá cinco notas, uma para cada área do conhecimento e outra para a redação. As instituições poderão usar pesos diferenciados entre as áreas para classificar os candidatos de acordo com os cursos.

Aplicação
O Enem será empregado nos dias 3 (ciências da natureza e humanas) e 4 (linguagens, matemática e redação) de outubro. Os portões de acesso aos locais das provas abrirão às 12 horas e fecharão às 12:55 horas. A prova começará às 13 horas. No primeiro dia deverá ser finalizada às 17:30 e no segundo, às 18:30, horário de Brasília.

Levar
Antes da prova, o aluno deverá apresentar original ou cópia autenticada de um documento de identificação, cartão de confirmação de inscrição ¿ enviado pelo correio - , folha de respostas do questionário socioeconômico, caneta esferográfica de tinta preta, lápis preto nº 2 e borracha.

Voluntário
Os alunos no último ano do ensino médio não são obrigados a fazer a prova. Uma novidade: o Enem valerá como certificação de conclusão do ensino médio às pessoas com mais de 18 anos.

Consulta
Após a aplicação, a prova do Enem estará disponível no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) http://www.inep.gov.br/ .

Resultado
A partir da segunda quinzena de janeiro de 2010, os participantes receberão pelo correio um boletim individual com suas notas. Elas também poderão ser consultadas pelo site do Inep.

Refazer
Os interessados poderão fazer novamente o Enem nos próximos anos.

2010
O MEC pretende aplicar o Enem duas vezes ao ano. A nova edição da prova está prevista para ocorrer entre os meses de março e abril de 2010. É provável que contenha, inclusive, questões específicas sobre língua estrangeira.

Leia mais sobre: Enem

    Leia tudo sobre: enemnovo vestibularvestibular

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG