Decisão sobre indenização a Geisy Arruda é adiada

Desembargadora pediu mais tempo para analisar o processo que a ex-estudante move contra a Uniban

iG São Paulo |

A decisão sobre os recursos no processo que a ex-aluna Geisy Arruda move contra a Universidade Bandeirante (Uniban) foi adiada na manhã desta segunda-feira. Em sessão no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), após a argumentação dos advogados das duas partes, a desembargadora Rosa Maria de Andrade Nery pediu mais tempo para analisar o processo.

AE/HÉLVIO ROMERO
Em julho de 2010, Geisy chega ao Fórum de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, acompanhada do advogado Nehemias de Melo
A próxima audiência para jultar sobre a indenização que Geisy pede da universidade ainda não foi marcada, mas deve ocorrer em até duas semanas. Em outubro de 2009, ela foi hostilizada por colegas nas dependências da Uniban por usar um vestido curto. Geisy acabou expulsa da instituição, sob alegação de desrespeito à moralidade e à dignidade acadêmica.

A defesa de Geisy pediu inicialmente R$ 1 milhão de indenização por danos morais, mas em outubro de 2010 a Justiça estipulou o valor a ser pago pela Uniban em R$ 40 mil. Geisy considerou baixo o montante, ao mesmo tempo em que a Uniban questiona a sentença.

Após o incidente, que tornou Geisy amplamente conhecida a partir da divulgação de um vídeo nas redes sociais, a ex-estudante se tornou empresária, participou do programa "A Fazenda" e posou para a revista Sexy.

Veja também:
- Geisy Arruda se transforma em Adele e imita cenas de clipe
- Geisy Arruda: "Estou erguendo o meu castelo. Homem só atrapalha"

    Leia tudo sobre: geisygeisy arrudauniban

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG