Danos da chuva antecipam férias escolares em Alagoas

A Secretaria da Educação e do Esporte de Alagoas está fazendo um levantamento completo dos estragos nas escolas

AE |

O secretário da Educação e do Esporte de Alagoas, Rogério Teófilo, anunciou hoje que vai baixar uma portaria antecipando o recesso de julho das escolas atingidas pelas enchentes no Estado. De acordo com o secretário, as férias de julho dos alunos serão antecipadas também nas escolas que não foram avariadas, mas estão servindo de abrigo para as vítimas das chuvas. "Algumas dessas escolas já tinham começado o recesso na sexta-feira, enquanto outras iriam começar em julho. Por isso, não haverá prejuízo para os alunos, já que o cronograma de aulas está dentro do programado", justificou Teófilo.

Segundo ele, a secretaria está fazendo um levantamento completo dos estragos provocados pelas chuvas nas escolas. O diagnóstico ainda não foi concluído, mas há relatos de unidades completamente destruídas e de outras que sofreram pequenas avarias. O secretário disse ainda que algumas escolas das áreas atingidas pelas chuvas sofreram a ação de vândalos e ladrões durante a tragédia. Na escola Francisco Leão, que fica no Centro do município de Rio Largo, os ladrões levaram ventiladores, material de limpeza e de cozinha, além do estoque da merenda, que estava guardada na dispensa. A escola professor Anaías de Lima Andrade, no Vergel do Lago, foi invadida por 50 desabrigados da região do Dique Estrada e saqueada.

"Todos os prejuízos causados pelas chuvas ou pela ação de vândalos e ladrões estão sendo levantados para que possamos apresentar um relatório completo sobre da situação do nosso patrimônio, da estrutura física das escolas e do estoque de merenda", afirmou o secretário.

Para reformar as escolas e recuperar os equipamentos, o secretário irá se reunir amanhã, em Brasília, com o secretário-executivo do Ministério da Educação, Henrique Paim, e com integrantes do Gabinete de Gerenciamento de Crises. De acordo com Teófilo, essa reunião terá ainda a participação do secretário de Educação de Pernambuco, Danilo Cabral. "Vamos levar todos os projetos que temos para antecipar as compras de material e equipar as escolas destruídas pelas cheias", falou o secretário.

Ainda na reunião com membros da Secretaria de Educação e do Esporte de Alagoas, ficou decidido também que as escolas que não foram atingidas pelas chuvas irão funcionar como ponto de coleta de doações para os desabrigados. As doações poderão ser feitas a partir de amanhã. Os coordenadores da campanha pedem à população que doem roupas, alimentos não perecíveis e água potável. Os alimentos coletados pelas escolas serão levados para a sede da secretaria e depois repassados à Defesa Civil Estadual. O prédio da sede da secretaria também terá um ponto de coleta.

    Leia tudo sobre: chuvaescolas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG