Cursos sobre a China capacitam profissionais brasileiros

PUC-SP e Escola Mandarim abrem matrículas para cursos de extensão e idiomas focados em negócios com os chineses

iG São Paulo |

Dois novos cursos oferecidos pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e pela Escola Mandarim pretendem capacitar profissionais que têm ou desejam ter relações comerciais e econômicas com o país do oriente.

Marina Morena Costa
Para aprender o idioma são necessários no mínimo três anos de estudo
O curso de extensão da PUC-SP apresenta um panorama geral da cultura chinesa, da estrutura sócio-econômica e da política do país, para capacitar profissionais que atuem nesse cenário. “Negócios com a China: Ambiente Cultural e Econômico” é voltado para empresários, acadêmicos, estudantes de graduação e profissionais em geral que atuam no comércio exterior e no plano da cultura internacional com a China.

Nesta quinta-feira (17), a universidade fará uma apresentação do curso aberta ao público em geral. O evento, realizado no auditório Prof. Ricardo Sayeg (sala 100, 1º andar, prédio novo), terá presença de representantes da Câmara Brasil-China de Desenvolvimento Econômico e do Consulado Geral da China em São Paulo, além de palestra do professor Antonio Correa de Lacerda sobre as relações Brasil-China.

O curso acontecerá entre 26 de abril e 5 de julho de 2011, às terças e quintas-feiras, das 19h às 22 horas, com duração total de 60 horas (20 aulas de três horas). O custo é de R$ 2.400 (matrícula de R$ 600, mais três parcelas de R$ 600).

Mandarim

Falar o idioma, mesmo que em nível básico, ajuda na comunicação com fornecedores e clientes chineses. Para o público que deseja ter um conhecimento de mandarim suficiente para estreitar negócios com a China, a Escola Mandarim e a Câmera Brasil-China lançaram o curso “Mandarim para Negócios”.

O objetivo do curso é fornecer aos participantes conhecimento na língua chinesa para facilitar o relacionamento de empresas brasileiras com seus parceiros comerciais chineses e para comunicação em viagens de negócios à China.

O primeiro módulo terá duração de três meses, de abril a junho, às quartas-feiras, das 19h30 às 21h30, ou aos sábados, das 9h às 11h, ao custo total de R$ 1.600 (ou cinco parcelas de R$ 320). As aulas serão ministradas a partir do nível básico do idioma e serão complementadas com conceitos de técnicas de negociação com os chineses.

Serviço

“Negócios com a China: Ambiente Cultural e Econômico” – PUC-SP
Unidade COGEAE Consolação, PUC-SP
Rua da Consolação, 881 - Consolação - São Paulo - SP
Informações e inscrições: (11) 3124-9600 e infocogeae@pucsp.br
http://cogeae.pucsp.br/cogeae/curso/2823
Custo: R$ 2.400 (matrícula de R$ 600, mais três parcelas de R$ 600).

“Mandarim para Negócios” - Escola Mandarim e Câmara Brasil-China de Desenvolvimento Econômico (CBCDE)
Sede da CBCDE: Rua Francisco Leitão, 469, conjunto 1.310 – Pinheiros, São Paulo
Inscrições e informações: (11) 3082-2636 e marina.s@cbcde.org.br
Custo: associados CBCDE: 5 parcelas de R$ 290,00 / Não-associados: 5 parcelas de R$ 320,00

    Leia tudo sobre: mandarimidiomasBrasil e China

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG