A Escola Politécnica da USP aprovou ontem a transferência do curso de Engenharia de Petróleo do câmpus do Butantã, na zona oeste, para Santos

selo

A Escola Politécnica da USP aprovou nesta quinta a transferência do curso de Engenharia de Petróleo do câmpus do Butantã, na zona oeste, para Santos. A proposta segue para discussão no Conselho de Graduação e, em seguida, no Conselho Universitário, instância máxima da USP.

Se a sugestão for acolhida, o bacharelado pode ser oferecido no vestibular deste ano. Quem começou a graduação concluirá a formação na capital. "Será histórico montar um câmpus da USP em Santos", disse o diretor da Poli, professor José Roberto Cardoso. A universidade deve se instalar no bairro de Vila Matias, na região central.

Segundo Cardoso, a mudança de endereço foi aprovada por unanimidade pelos membros do Conselho Técnico Administrativo (CTA) da escola. "Foi dado o passo mais importante, que é a concordância da unidade em transferir seu curso." A a migração da USP para a Baixada Santista é um dos projetos do governo de Geraldo Alckmin (PSDB). O prefeito de Santos, João Paulo Tavares Papa (PMDB), também reivindica cursos nas áreas de Logística e Oceanografia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.