Coordenador da UFBA renuncia após polêmica

O coordenador do colegiado da Faculdade de Medicina da Universidade Federal da Bahia (UFBA), professor Antonio Natalino Manta Dantas, renunciou ao cargo, menos de uma semana após ter dado declarações polêmicas sobre o desempenho dos alunos na avaliação do Ministério da Educação. Em nota distribuída neste domingo, ele diz ter renunciado ao cargo de coordenador no último dia 30 e pede desculpas pelas declarações.

Agência Estado |

Dantas afirmou na semana passada que os estudantes baianos tinham déficit de inteligência em comparação com os de outros lugares e que sofriam contaminação por causa do sistema de cotas. As afirmações foram feitas como justificativa para o baixo rendimento da faculdade no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), o que levou o curso de Medicina a figurar na lista dos 17 sob supervisão do MEC.

Em nota, ele pede desculpas pelas declarações. Por força de um estado emocionalmente comprometido e por uma profunda tristeza, uma irritação incomum e um assomo de destempero arrastaram-me a uma manifestação inadequada, da qual expressamente me redimo, diz o texto. Ela não reflete o que vem do meu íntimo, não traduz o meu pensamento, o que, aliás, vem sendo reconhecido e externado pelas pessoas que me conhecem.

Em alguns trechos da nota, o professor afirma que as declarações foram dadas por pressão de jornalistas - como quando disse que o berimbau, um dos símbolos da Bahia, é o típico instrumento de quem tem poucos neurônios. Fui incisivamente indagado por jornalistas acerca do meu gosto musical, o que certamente foi feito para criar polêmica, justifica. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

    Leia tudo sobre: ufba

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG