Cientistas reproduzem fotossíntese em laboratório

ROMA - Pela primeira vez foi reproduzido em laboratório o processo através do qual as plantas absorvem energia, conhecido como fotossíntese.

Agência Ansa |

Um grupo a universidade australiana Monash, liderado por Leone Spiccia, reproduziu em laboratório a fotossíntese, usando a luz do sol para transformar água em hidrogênio e oxigênio, exatamente como ocorre nas plantas.

"A pesquisa é importante porque poderia revolucionar o setor da energia renovável, como o hidrogênio, o combustível do futuro, mais barato e fácil de produzir em escala comercial", declarou Spiccia.

A equipe de especialistas recriou em laboratório elementos e mecanismos da vida vegetal, desenvolvendo um sistema composto por um revestimento em polímeros impregnado com um complexo de moléculas (cluster) de manganês, substância essencial para permitir a fotossíntese nas plantas que utilizam água, dióxido de carbono e luz solar para desenvolver carboidratos e hidrogênio.

Os químicos expuseram o manganês preparado em laboratório, estabilizando-o com a membrana de polímeros, a uma potência elétrica de 1,2 volts e à água. "O homem foi capaz de dividir a água em hidrogênio e oxigênio por anos, mas nós conseguimos fazê-lo pela primeira vez utilizando somente a luz do sol, uma potência elétrica e manganês", disse Spiccia.

O catalisador permaneceu ativo após três dias de uso contínuo, mas o professor frisa que "a eficiência do sistema, que tem enorme potencialidade, ainda precisa ser melhorada".

    Leia tudo sobre: biologiaciênciasfotossíntese

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG