Catar anuncia prêmio de US$ 500 mil para destaque na educação

Universidades, governos e associações ligadas à área poderão indicar nomes para concorrer

iG São Paulo |

Quem der a maior contribuição mundial para a educação vai ganhar um prêmio de US$ 500 mil da Fundação Catar. O anúncio foi feito nesta sexta durante encerramento da Cúpula Mundial pela Inovação Educacional (WISE) em Doha, no Catar.

Segundo Mozah Bint Nasser Al Missned, presidente da organização “a educação é a base dos empreendimentos humanos. É um direito básico e um poderoso catalisador social, político e cultural. Por tudo isso temos encorajar a excelência de modo que a educação de qualidade se torne acessível a todos”.

Segundo o reitor da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Dilvo Ristoff, que participa pela segunda vez do evento o prêmio será uma espécie de Nobel da Educação. "Será um poderoso motivador da inovação e da formulação de políticas nacionais e internacionais mais agressivas, duradouras e consistentes, especialmente no sentido da inclusão social e da promoção da qualidade na educação", comentou. 

Mozah Al Missned encorajou a comparação, reforçando que hoje o Nobel é focado em disciplinas e não há premiação para uma iniciativa abrangente. "Até o momento nenhum prêmio foi dado à educação, que é um pré-requisito para o êxito em todas estas áreas”.

Indicações poderão ser feitas por instituições dedicadas à educação, universidades, escolas, faculdades, associações de professores, centros de pesquisa, organizações internacionais, governos e empresas privadas. Os indicados serão selecionados por um Comitê de 11 pessoas, que pré-selecionará até 15 concorrentes. Um júri internacional de cinco pessoas selecionará o vencedor. O prêmio será entregue em novembro de 2011, durante o terceiro encontro mundial da WISE.

    Leia tudo sobre: catareducaçãoWisenobel

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG