Candidata a Medicina aprovada para 2ª fase da Fuvest perde a hora

Jovem pensou que fechamento dos portões seria às 14h e chegou tranquila às 13h06 sem saber que já era tarde demais

Guilherme Pichonelli, especial para o iG |

 Aline da Silva, 18 anos, candidata a uma vaga em Medicina que conseguiu passar pelo gargalo da primeira fase da Fuvest, chegou calmamente dois minutos depois que os portões haviam fechado para a prova da 2ª fase. Não conseguiu entrar e perdeu a chance de estudar na USP em 2011. “ Achei que os portões fossem fechar às 14h00, por isso que vim tranquila”, lamentou a estudante.

GUILHERME LARA CAMPOS/Fotoarena
Candidata à Medicina aprovada para segunda fase da Fuvest, se enganou com horário de fechamento dos portões e perdeu a prova
Os portões da unidade Memorial da Uninove, local com maior número de candidatos, foram fechados para os candidatos às 13h04.

Segundo Aline, a Fuvest 2011 era sua última chance de entrar em uma faculdade pública ainda esse ano. Aline também prestou Unifesp , mas não conseguiu chegar na segunda fase. Decepcionada, a estudante ainda fez algumas ligações pelo celular para confirmar seu equívoco com o horário, mas acabou se conformando e partindo.

Camaradagem dos fiscais

No prédio de Educação da USP não houve atrasados, mas uma gentileza dos fiscais permitiu que uma candidata não tivesse de se retirar. Stephanie Rodrigues Borges, de 17 anos, entrou sem o RG e não poderia fazer a prova. Ela conseguiu falar com o cunhado que chegou com o documento às 13h05, alguns minutos depois que o portão já estava fechado. O fiscal abriu o portão pegou o documento e levou até a sala.

* colaborou Marina Morena Costa

    Leia tudo sobre: fuvestmedicina

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG