Alunos tiveram notas mais baixas em Português e Matemática. Apenas 5º ano do ensino fundamental teve melhora

Os resultados do Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (Saresp), prova que avalia o desempenho em Língua Portuguesa e Matemática dos alunos do 5º e 9º anos do ensino fundamental e do 3º ano do ensino médio, apontam queda no desempenho dos estudantes da rede pública paulista. Com exceção do 5º ano, que apresentou melhora em Matemática e estabilidade em Português, todas as notas caíram.

A Secretaria Estadual de Educação de São Paulo divulgou nesta sexta-feira os dados do Saresp 2010 e também do Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo (Idesp)2010 – indicador de qualidade do ensino fundamental e médio. Refletindo as notas mais baixas, o Idesp caiu no 9º ano e no ensino médio.

No 9º ano do Ensino Fundamental, 28,4% tiveram desempenho insuficiente em Língua Portuguesa e 34,9% não sabem o que esperado em Matemática. O Idesp desta série recuou de 2,84, em 2009, para 2,52, em 2010, reflexo da queda no Saresp das avaliações de Matemática (de 251,5 em 2009, para 243,3, em 2010) e de Língua Portuguesa (de 236,3 para 229,2 pontos).

No Ensino Médio, também aumentou a porcentagem de alunos com desempenho insuficiente: 37,9% não aprenderam o esperado em Português e mais da metade (57,7%) não tem conhecimento adequado em Matemática. O recuo do Idesp nesta fase foi de 1,98 (2009) para 1,81 (2010), devido à diminuição dos resultados no Saresp em Língua Portuguesa de 274,6 pontos para 265,7 e à oscilação em Matemática de 269,4 para 269,2 pontos.

Melhora

O Idesp do 5º ano do ensino fundamental subiu de 3,86, em 2009, para 3,96, em 2010, refletindo o crescimento, no Saresp, de 201,4 pontos na escala de proficiência para 204,6 em Matemática. O resultado em Língua Portuguesa se manteve em 190,4 pontos. O único crescimento registrado é visto pela Secretaria como resultado dos investimentos em alfabetização. “Isso faz prever uma progressão escolar melhor no futuro, pois as crianças estão mais preparadas para o aprendizado”, avalia o secretário.

Nesta fase, a porcentagem de alunos com desempenho insuficiente caiu para 19,8%, em Matemática, e para 29%, em Português. Houve aumento na porcentagem de alunos com desempenho suficiente nas duas disciplinas.

Veja a distribuição dos estudantes por nível de desempenho e a evolução na comparação com 2009:

5ª série do Ensino Fundamental

Língua Portuguesa
Desempenho Insuficiente 2009 - 20,9%
Desempenho Insuficiente 2010 - 19,8%

Desempenho Suficiente 2009 - 68,8%
Desempenho Suficiente 2010 - 70,4%

Avançado 2009 - 10,3%
Avançado 2010 - 9,8%

Matemática
Desempenho Insuficiente 2009 - 30,3%
Desempenho Insuficiente 2010 - 29%

Desempenho Suficiente 2009 - 63,3%
Desempenho Suficiente 2010 - 62,7%

Avançado 2009 - 6,3%
Avançado 2010 - 8,2%

9ª série do Ensino Fundamental

Língua Portuguesa
Desempenho Insuficiente 2009 - 22,5%
Desempenho Insuficiente 2010 - 28,4%

Desempenho Suficiente 2009 - 75,5%
Desempenho Suficiente 2010 – 69,8%

Avançado 2009 - 2,3%
Avançado 2010 - 1,7%

Matemática
Desempenho Insuficiente 2009 - 27,6%
Desempenho Insuficiente 2010 - 34,9%

Desempenho Suficiente 2009 - 71,2%
Desempenho Suficiente 2010 - 64,3%

Avançado 2009 - 1,2%
Avançado 2010 - 0,8%


3ª série do Ensino Médio

Língua Portuguesa
Desempenho Insuficiente 2009 - 29,5%
Desempenho Insuficiente 2010 - 37,9%

Suficiente 2009 - 69,8%
Suficiente 2010 - 61,6%

Avançados 2009 - 0,7%
Avançados 2010 - 0,6%

Matemática
Desempenho Insuficiente 2009 - 58,3%
Desempenho Insuficiente 2010 - 57,7%

Suficiente 2009 - 41,2%
Suficiente 2010 - 42%

Avançados 2009 - 0,5%
Avançados 2010 - 0,3% 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.