Brasil volta lançar foguete depois de dois anos

O Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), no Maranhão, lançou com sucesso o foguete de treinamento Orion, depois de um período de dois anos de atividades suspensas.

Apolo11 |

O lançamento ocorreu na sexta-feira, dia 29, às 16h25min dentro da Operação Maracati I e envolveu técnicos alemães e suecos, além da Agência Espacial Brasileira e outros setores como a Força Aérea e a Aeronáutica.

O objetivo foi realizar treinamento humano e a verificar as condições operacionais do Centro de Lançamento de Alcântara. Também foi testado o intercâmbio tecnológico com o Centro Espacial Alemão (DLR).

O foguete Orion foi desenvolvido pelo Centro Espacial Alemão, mede 5,7 metros e pode atingir a velocidade de 4.700 Km/h. Durante o teste sua altitude máxima foi de 93,7 km e após cinco minutos de voo caiu a 80 km da costa maranhense em alto mar.

O último lançamento realizado em Alcântara foi em julho de 2007. A missão com um Veículo de Sondagem ao Espaço (VSB-30) foi considerada um sucesso pela Agência Espacial Brasileira, mas na ocasião parte dos experimentos não foi recuperado.

Ainda este ano estão previstos mais três lançamentos na base de Alcântara, programados para julho, setembro e novembro.

Foto: Vista aérea do Centro de Lançamento de Alcântara, localizado no Maranhão. Crédito: Astronauta Marcos Pontes.

Leia mais sobre: Foguete

    Leia tudo sobre: brasilfoguete

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG