O Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE) ligado ao Ministério da Defesa do Brasil prepara um satélite de pesquisas em ambiente de microgravidade.


O projeto batizado de Sara, Satélite de Reentrada Atmosférica, será realizado nas instalações do IAE em São José dos Campos, em São Paulo. Os cientistas querem criar uma plataforma orbital para operar em um período de dez dias a cerca de 300 quilômetros de altura.

"No futuro, o equipamento abrirá novas possibilidades na realização de projetos de pesquisa e desenvolvimento em diversas áreas, como biologia, biotecnologia e medicina", informou a Força Aérea Brasileira (FAB).

O projeto Sara também busca o desenvolvimento de estruturas que suportem as altas temperaturas durante a reentrada na atmosfera terrestre. Os pesquisadores procuram ainda o desenvolvimento de tecnologias para a criação de aeronaves e veículos hipersônicos.

O Sara também "pretende ser uma plataforma industrial orbital para a qualificação de componentes e equipamentos espaciais a baixo custo", diz o comunicado da FAB.

O IAE espera que um módulo suborbital destinado aos primeiros experimentos curtos do projeto esteja pronto no ano que vem. O módulo vai pesar 350 quilos e terá um sistema de recuperação por paraquedas.

Arte: O projeto Sara também busca o desenvolvimento de estruturas que suportem as altas temperaturas durante a reentrada na atmosfera terrestre. Crédito: IAE


Leia mais sobre: Satélite

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.