Um mês depois da agressão coletiva a obesas em festa da Unesp, outros supostos estudantes dizem organizar novo "evento"

Um mês depois da agressão coletiva a estudantes obesas organizada pelo orkut e batizada de "rodeio das gordas", novas comunidades virtuais apoiam a competição na mesma rede de relacionamento. Nesta sexta-feira, quatro grupos usavam o mesmo nome e foto.

Reprodução
Pelo menos quatro comunidades no orkut fazem apologia à agressão feita durante InterUnesp
Durante os jogos universitários InterUnesp da Universidade Estadual Paulista (Unesp), de 9 a 12 de outubro, alunos agarravam ou pulavam sobre colegas obesas enquanto outros contavam o tempo que a vítima levava para se soltar. As “regras” do bullying coletivo haviam sido postadas com antecedência no Orkut. Após denúncia de estudantes do campus de Assis, foi instaurado inquérito na universidade no dia 28 de outubro e em seguida iniciada investigação policial e do Ministério Público. A comunidade original também foi então retirada do ar.

No dia 3 de novembro, foram criadas quatro comunidades de apoio que já têm centenas de membros. Uma delas critica a “imprensa marrom” pelas críticas. Outra diz “Valeu InterUnesp 2010” e pede “liberdade a livre manifestação”. Um terceira ofende as obesas desde a descrição do grupo e a quarta diz estar organizando o “1º rodeio das gordas da capital paulista”.

Em alguns grupos as comunidades relacionadas são “Unesp” e “InterUnesp”. Entre os tópicos de conversa, os integrantes elogiam os criadores do bullying.

Também há repúdio

Também há comunidades de repúdio criadas no mesmo dia em que surgiram as denúncias. Um abaixo-assinado iniciado por alunos da Unesp contrários à agressão tem mais de 700 assinaturas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.