Aplicação do Enade custará R$ 25,4 milhões

Dispensa de licitação da Fundação Cesgranrio foi publicada no Diário Oficial desta sexta-feira pelo Inep

Priscilla Borges, iG Brasília |

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) vai pagar R$ 25,4 milhões à Fundação Cesgranrio pela aplicação do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade). As provas, que serão feitas por estudantes de 14 cursos de graduação diferentes, ocorrerão no dia 21 de novembro. Todos os itens foram elaborados pelo Inep e a Cesgranrio se encarregará de aplicar e corrigir os testes.

O extrato de dispensa de licitação para a contratação da Cesgranrio – que tem feito a avaliação de estudantes há alguns anos – foi publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira. Junto do documento, o Inep publicou também um extrato de inexigibilidade de licitação para pagamento dos participantes da Comissão de Assessoramento Técnico de Itens do Enade. Serão gastos R$ 11.520 com esse processo.

Neste ano, 450 mil estudantes de agronomia, biomedicina, educação física, enfermagem, farmácia, fisioterapia, fonoaudiologia, medicina, medicina veterinária, nutrição, odontologia, serviço social, terapia ocupacional e zootecnia, e dos cursos superiores de tecnologia em agroindústria, agronegócios, gestão hospitalar, gestão ambiental e radiologia vão participar do Enade.

Estudantes de cursos superiores de tecnologia em agronegócios, gestão hospitalar e gestão ambiental serão avaliados pela primeira vez. Todos os participantes podem responder o questionário socioeconômico, formulado encaminhado aos jovens para conhecer o perfil dos estudantes universitários do País até o dia 21 de novembro.

    Leia tudo sobre: ensino superioravaliaçãoenadeinep

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG