Alunos continuam ocupação na reitoria da UERJ

SÃO PAULO - A reitoria da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) permanece ocupada, nesta quinta-feira, após a invasão de cerca de 200 estudantes na noite anterior. Os alunos apoiam a greve por reajuste salarial convocada pela associação de docentes, prevista para começar na segunda-feira.

Henrique Melhado Barbosa, do Último Segundo |

Os alunos também reivindicam a recomposição orçamentária da universidade, que o governador do Estado, Sérgio Cabral, tenta bloquear com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade contra artigos da Constituição fluminense. O lei determina que seja repassado para a UERJ 6% da receita tributária líquida do Estado.

Outro ponto levantado pelos estudantes é o início das obras para a construção do bandejão e a paralisação do calendário do vestibular.

"Não estamos fazendo isso para sacanear quem vai prestar vestibular, mas para mostrar que não temos condições de receber mais alunos", diz Rafael Barcelos Tristão, membro da executiva do Diretório Central os Estudantes, citando os casos de salas caindo aos pedaços e a falta de estrutura da UERJ.

Os alunos condicionam a saída do prédio à abertura de diálogo com o governador e a reitoria. Segundo Tristão, há cerca de 100 alunos ocupando a reitoria no momento.

A ocupação, segundo a assessoria da universidade, ocorreu de forma ordeira e a reitoria formou uma comissão, liderada pela sub-reitora de graduação, Lená Medeiros, para negociar com os alunos.

Leia mais sobre UERJ

    Leia tudo sobre: uerj

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG