Alunos com notas baixas devem intensificar estudos no 2º semestre

Escolas voltam às aulas na próxima segunda-feira. Criar o hábito de estudar é um dos segredos para um bom desempenho escolar

Marina Morena Costa, iG São Paulo |

Quem está com notas baixas na escola, deve intensificar os estudos e se concentrar mais em sala de aula durante o segundo semestre. Passado o período de descanso das férias de julho, professores dão dicas para quem precisa melhorar o desempenho, e são categóricos: estudar deve ser um hábito.

Getty Images
Local de estudos deve ser calmo e organizado
“Nas férias o aluno passa 30 dias sem pensar na escola. O descanso deve realmente acontecer, mas nos últimos dias é importante começar a retomar os estudos”, avalia Aloysio Costa, coordenador do ensino fundamental II do Colégio Augusto Laranja, em São Paulo.

Costa indica aos estudantes retomar os estudos priorizando as matérias que têm dificuldade ou defasagem. Nestes últimos dias que antecedem a volta às aulas – grande parte das escolas retoma as atividades na próxima segunda-feira, 2/8 –, o coordenador sugere rever provas, refazer exercícios, ler as anotações de aula e identificar quais são os problemas de compreensão para tirar as dúvidas em sala de aula.

Outro passo fundamental e talvez o segredo de um bom desempenho escolar é criar o hábito de estudar em casa. “O aluno deve ter uma agenda pessoal impecável. E, principalmente: precisa segui-la”, destaca Costa. A dica é distribuir as atividades na agenda e separar um momento para o estudo. “Para alguns, meia hora pode ser suficiente. Para outros talvez seja necessário um tempo maior”, explica Costa.

Claudia Baratella, vice-diretora do Colégio Renovação, em São Paulo, destaca a importância de realizar as tarefas no mesmo dia em que elas são passadas. “Se o aluno deixar as coisas se acumularem, vira uma bola de neve e ele não consegue dar conta. Por isso é importante se organizar, e estudar o que tem dificuldade e menos gosta primeiro. O que ele mais gosta pode ser o que menos precisa estudar”, diz Claudia.

Aula até nas férias

Há três anos o Colégio Renovação iniciou um programa de estudo nas férias com o objetivo de ajudar os alunos com dificuldade. Nas duas últimas semanas de julho, alunos com bom desempenho conduzem grupos de estudo de estudantes que estão com notas baixas.

A monitoria continua no decorrer do ano, porém é expressiva a participação dos alunos no projeto que acontece nas férias. “Temos 250 alunos do ensino fundamental e médio participando dos grupos de estudo nessas férias. Isso representa mais de 50% dos alunos com dificuldades”, relata Claudia. Para os 40 monitores, a recompensa é um ponto a mais na média.


Veja técnicas de estudo para um bom desempenho escolar:

- Estabeleça um horário de estudo. Crie uma rotina semanal considerando suas atividades extracurriculares e o tempo de estudo em casa e procure cumprir os horários estabelecidos
- Estabeleça um local de estudo tranquilo, onde não circulem pessoas, onde haja silêncio (sem TV ou rádio), que tenha uma escrivaninha que permita uma posição correta e que conte com uma iluminação adequada.
- Mantenha seu local de estudos arrumado, com tudo o que você precisa por perto: régua, lápis, borracha, compasso. Só o estritamente necessário, sem brinquedos, roupas ou outros objetos
- Faça as lições de preferência no mesmo dia em que foram passadas. Com isso você evita o acúmulo de tarefas e realiza os exercícios com mais facilidade, pois as explicações e anotações de sala de aula estão frescas em sua memória
- Se tiver dúvidas, anote para esclarecer com o professor no dia seguinte
- Faça as tarefas sem auxílio dos pais ou irmão. Você precisa aprender a trabalhar de forma independente
- Procure dormir cedo. Estando bem descansado, você estará mais propenso a receber e assimilar os novos conhecimentos do dia seguinte
- Nunca diminua seu tempo de sono para estudar mais. Se você estiver descansado você irá aprender com mais rapidez
- Faça revisões diárias, mensais e semestrais da matéria. Revisão é repetição. E repetição gera fixação
- Estude fazendo intervalos. Não estude mais do que uma hora seguida. Faça intervalos de 5 a 15 minutos
- Lembre-se: estudar sempre na mesma hora ajuda a criar o hábito

* Elaboração: setor de orientação educacional do Colégio Augusto Laranja

    Leia tudo sobre: Volta às aulastécnicas de estudos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG