Categoria fará assembleia amanhã para discutir medida. Servidores estão em greve desde junho

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou nesta quinta-feira (11) o projeto de lei do Executivo que determina reajuste salarial para os professores da rede estadual de ensino, que estão em greve desde junho .

Os parlamentares elevaram para 5% o reajuste da categoria. O governo havia proposto aumento de 3,5% .

A proposta seguiu para sanção do governador Sérgio Cabral.

O Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação (Sepe) informou que fará uma assembleia nesta sexta-feira (12) para discutir a votação na Alerj. A categoria pede um reajuste de 26%. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.