Arquivo do Estado de São Paulo, internautas podem encontrar cartas, fotos e vídeos que mostram o que mudou e o que não mudou na vida do paulistano desde o século 19. Com uma simples busca, estudantes, professores e curiosos agora têm acesso ao que antes estava acondicionado em centenas de caixas na zona norte da capital paulista." / Arquivo do Estado de São Paulo, internautas podem encontrar cartas, fotos e vídeos que mostram o que mudou e o que não mudou na vida do paulistano desde o século 19. Com uma simples busca, estudantes, professores e curiosos agora têm acesso ao que antes estava acondicionado em centenas de caixas na zona norte da capital paulista." /

Agora na web, Arquivo Público de SP mostra documentos e revela cotidiano do século 19

Entre os cerca de 250 mil documentos disponibilizados na web pelo http://www.arquivoestado.sp.gov.br/index.php target=_blankArquivo do Estado de São Paulo, internautas podem encontrar cartas, fotos e vídeos que mostram o que mudou e o que não mudou na vida do paulistano desde o século 19. Com uma simples busca, estudantes, professores e curiosos agora têm acesso ao que antes estava acondicionado em centenas de caixas na zona norte da capital paulista.

Nara Alves, iG São Paulo |

Na internet, encontram-se segmentos escolhidos do acervo, os mais procurados, e digitalizamos a diversidade do acervo, explica o coordenador do Arquivo Público do Estado de São Paulo, o professor Carlos Bacellar. O material online está dividido em cinco páginas temáticas: Viver em São Paulo, com estatísticas e ofícios, Imigração em São Paulo, com álbuns e histórias, Memória da Imprensa, com quatro revistas digitalizadas, Memórias Reveladas, sobre lutas políticas, e Última Hora, com o acervo do antigo jornal carioca.

Basta clicar e arrastar o mouse para virar a página do documento / Divulgação

Com uma simples busca pela palavra enchente, o sistema identifica diversos ofícios que revelam os problemas causados pelas chuvas. As correspondências enviadas entre presidentes de Províncias mostram que a população muitas vezes ficava sem os serviços dos correios quando um temporal atingia o Estado no início do século 20. Um professor de ensino médio pode usar um documento como esse e tratar do tema enchente. Por que havia no passado, se no passado não tinha o problema de ocupação descontrolada? Ele pode fazer uma reflexão. É um material para ele usar em sala de aula, sugere Bacellar.

O acervo digital também expõe cerca de 17 mil processos criminais em São Paulo, Campinas, Sorocaba, Jundiaí e São Luiz do Paraitinga, com datas-limite de 1717 a 1913. Entre eles, muitos registros de crimes cometidos por funcionários públicos na capital e na grande São Paulo.

Uma seleção de 600 minutos das 4 mil películas do acervo foram telecinadas pela Cinemateca Brasileira. As imagens foram produzidas em 16 mm pela antiga Secretaria de Governo do Estado de São Paulo nas décadas de 60 e 70. Em um dos vídeos publicados no site (clique aqui para assistir) , a Sabep (concessionária de serviços de saneamento básico de São Paulo) registra o trabalho de homens no Arco sobre o Rio Tietê no dia 3 de janeiro de 1975.

Se o internauta buscar por escravos, há muitos registros de roubos realizados no século 19. O professor e os alunos podem relacionar o índice de criminalidade entre população negra e a população carcerária... São problemas atuais, para a surpresa de muitos, ressalta. A maior parte dos documentos está disponível no programa PDF, o que possibilita o uso da ferramenta tesoura, para poder recortar o documento. Já as revistas foram disponibilizadas em um novo formato, em que o internauta pode clicar e virar as páginas arrastando o mouse.

A maior preciosidade do acervo disponível na internet, segundo Bacellar, é o recenseamento entre 1765 e 1850, com registros de pessoas livres e escravos. É uma façanha do governo português neste período, afirma. Até o fim de 2010, o Arquivo do Estado pretende ter 2 milhões de itens ¿ do total de 50 milhões ¿disponíveis na rede mundial.

Leia mais sobre Arquivo do Estado de São Paulo

    Leia tudo sobre: bibliotecasbibliotecas digitaishistória

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG