Instituição ficou em 61º lugar na lista, que é liderada pela Universidade de Stanford, nos Estados Unidos; Unicamp é a segunda melhor do Brasil

Além da USP, também estão entre as melhores a Unicamp, UFRJ, PUC-SP, PUC-RJ, UnB, UFMG e Unifesp
Marcos Santos/USP Imagens
Além da USP, também estão entre as melhores a Unicamp, UFRJ, PUC-SP, PUC-RJ, UnB, UFMG e Unifesp

A Universidade de São Paulo (USP) ficou em 61º lugar no QS Graduate Employability Rankings 2018, que foi divulgado no dia 11 de setembro. Três universidades norte-americanas lideram o ranking. Em primeiro lugar ficou a Universidade de Stanford, seguida da Universidade da Califórnia (UCLA) e da Universidade de Harvard.

Leia também: Número de inscritos no vestibular da Unicamp bate recorde

“Trata-se de um resultado excelente, comprovando que a pós-graduação da USP não é apenas a maior do Brasil e a que tem melhor avaliação na Capes, mas também está em posição invejável quanto à qualidade da preparação de seus graduados para a sua inserção no mercado de trabalho”, afirmou o reitor Marco Antonio Zago.

O ranking, que é elaborado pela consultoria britânica Quacquarelli Symonds (QS), avaliou 600 instituições de ensino superior do mundo todo e classificou as 500 melhores, de acordo com a empregabilidade de seus pós-graduados e da relação entre estudantes e empregadores. O ranking foi publicado pela primeira vez no ano passado, avaliando apenas 300 instituições e classificando as 200 melhores. A Universidade de São Paulo não participou dessa primeira edição.

Cinco indicadores são usados para avaliar as universidades: reputação da instituição entre as empresas (30%), sucesso dos ex-alunos (25%), parcerias com empregadores (25%), presença de companhias (10%) e a taxa de empregabilidade (10%). Quando considerados isoladamente, a Universidade de São Paulo fica na 26ª posição no indicador sucesso dos ex-alunos e na 55ª posição no indicador reputação entre as empresas.

Leia também: Um em cada cinco alunos entra na faculdade por meio de cotas, revela Enade

Ao todo, oito instituições brasileiras figuram na lista das 500 melhores. A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) ficou na faixa entre 201-250; a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) ficou em 251-300; a Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), a Universidade de Brasília (UnB), a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) ficaram no grupo de 301-500.

Fuvest

Terminaram na última segunda-feira (11) as inscrições para a Fuvest 2018, processo seletivo que seleciona estudantes para os cursos de graduação da Universidade de São Paulo.

Leia também: Comissão na Câmara aprova expansão do Prouni para cursos de pós-graduação

A prova do vestibular para 2018 selecionará alunos para 8.402 vagas disponibilizadas pela USP, sendo 3.416 na área de Humanidades, 3.026 em Ciências Exatas e 1.960 em Ciências Biológicas. A Universidade ainda disponibiliza outras 2.745 vagas para alunos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e participarem do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Ministério da Educação (MEC).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.