Ao todo, são oferecidas 147.492 bolsas de estudo em 1.076 instituições privadas de educação superior do país; resultado estará no site do programa

Podem concorrer às bolsas do ProUni estudantes da rede pública ou bolsistas integrais de escolas particulares
MEC/Reprodução
Podem concorrer às bolsas do ProUni estudantes da rede pública ou bolsistas integrais de escolas particulares

O Programa Universidade para Todos (Prouni) do Ministério da Educação divulgou, na manhã desta segunda-feira (12), o resultado do segundo semestre de 2017. Ao todo, são oferecidas 147.492 bolsas de estudo em 1.076 instituições privadas de educação superior.

Leia também: Faltando seis meses para o Enem, veja como se preparar para a prova

O resultado do Prouni está disponível na página do programa na internet . A partir disso, os estudantes pré-selecionados terão até o dia 19 de junho para procurar as instituições de ensino para comprovar as informações prestadas no momento da inscrição. A perda do prazo ou a não comprovação das informações levará, automaticamente, à reprovação do candidato.

Podem concorrer às bolsas estudantes brasileiros da rede pública ou bolsistas integrais de escolas particulares, que não tenham diploma de curso superior. É preciso ainda ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016, ter obtido no mínimo 450 pontos na média das notas do exame e não ter tirado zero na redação.

Os candidatos que pleitearem bolsas integrais devem ter renda familiar bruta mensal per capita de, no máximo, um salário mínimo e meio. No caso da bolsa parcial, a renda familiar não pode ser maior que três salários mínimos. Do total de bolsas, 67.603 são integrais e 79.889, parciais.

Leia também: Fatec SP prorroga para o dia 15 o prazo de inscrições no vestibular

O processo seletivo será constituído de duas chamadas sucessivas. A primeira acontece nesta segunda-feira e a segunda está prevista para 26 de junho. Na segunda chamada a comprovação das informações deverá ser feita de 26 a 30 de junho.

Comprovação

A conclusão da inscrição assegura ao candidato apenas a expectativa de direito à bolsa, estando sua concessão condicionada à comprovação de atendimento dos requisitos legais e regulamentares do programa. Nos dois dias úteis subsequentes ao da sua inscrição, o candidato deverá comparecer à respectiva instituição de ensino para proceder à comprovação das informações prestadas.

“É muito importante que o candidato compareça à instituição de ensino com a documentação que comprove as informações prestadas durante a inscrição para verificar a possibilidade, a partir das bolsas oferecidas, de inclusão no programa”, ressalta o diretor de Políticas e Programas de Educação Superior do MEC, Vicente Almeida Junior.

Leia também: STF permite cobrança de pós-graduação por universidades públicas; veja opiniões

Neste processo seletivo, foram oferecidas 214.110 bolsas de estudo. O número representa crescimento de 5% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram ofertadas 203.602 bolsas. Do total de bolsas ofertadas pelo Prouni, 103.719 são integrais e 110.391 parciais — o governo federal cobre 50% da mensalidade.

* Com informações da Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.