Consulta pública aberta pelo Inep vai até as 23h59 desta sexta-feira; para dar alguma sugestão, qualquer pessoa pode acessar ao formulário pelo site

Ministério da Educação quer adequar o Enem às mudanças previstas para o ensino médio, em tramitação no Congresso
José Cruz/Agência Brasil - 6.11.2010
Ministério da Educação quer adequar o Enem às mudanças previstas para o ensino médio, em tramitação no Congresso

Qualquer pessoa interessada em opinar sobre mudanças no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) tem até as 23h59 desta sexta-feira (17) para participar da consulta pública sobre a prova , aberta pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), autarquia do MEC (Ministério da Educação) responsável pela organização e aplicação do exame em todo o País.

A pesquisa ficará no ar por quase um mês, já que foi aberta no dia 23 de janeiro. Os interessados em enviar suas considerações a respeito das propostas de modificações no modelo do Enem têm de acessar a página oficial do Inep.

De acordo com o Ministério da Educação , a consulta pública tem por objetivo aperfeiçoar o exame, que começou a ser aplicado em 1998. A enquete é divida em quatro questões, sendo que a primeira apura se a aplicação deve manter o formato atual, em dois dias, ou se seria melhor que fosse realizada em somente um dia, com uma prova de até 100 questões, além, claro, da redação. Nesse caso, seriam cinco horas e meia de duração da prova.

LEIA MAIS: Prouni divulga lista de aprovados na primeira chamada do programa; confira

Na segunda questão, a pergunta apura se o exame continuar a ser aplicado em dois dias, quais seriam os mais adequados — domingo e segunda-feira, que se tornaria feriado escolar, dois domingos consecutivos ou, como funciona no modelo atual, no sábado e no domingo.

A terceira pergunta visa consultar os participantes sobre a possibilidade de a prova começar a ser aplicada pelo computador. Na última questão, o internauta terá a oportunidade de escrever um texto de até 300 caracteres com suas considerações sobre o exame e dissertar propostas mais específicas para melhoria do Enem.

Prazo expandido

Por conta do alto número de pessoas que participaram da consulta pública, o Inep teve de expandir o prazo para que a enquete continuasse no ar. Inicialmente, o instituto havia definido que o último dia para envio das respostas seria em 10 de fevereiro. No dia 9, a autarquia informou sobre a prorrogação até o dia 17.

LEIA MAIS: Instituições de ensino começam a convocar candidatos em lista de espera do Sisu

Até o dia 9, segundo o instituto, cerca de 414 mil formulários sobre modificações no Enem já haviam sido enviados. A autarquia ainda não informou quando divulgará os resultados da pesquisa.

* Com informações da Agência Brasil.

    Leia tudo sobre: enem