Até as 18h da quinta-feira (25), mais de 2 milhões de estudantes já estavam inscritos; problemas no site foram resolvidos, diz o Ministério da Educação

Candidatos têm encontrado uma série de dificuldades para acessar o site do Sisu
Reprodução/Sisu
Candidatos têm encontrado uma série de dificuldades para acessar o site do Sisu

As incrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que começaram na última terça-feira (24) e terminariam às 23h59 desta sexta-feira (27), tiveram o prazo prorrogado para as 23h59 deste domingo (29). As informações foram divulgadas pelo Ministério da Educação (MEC).

LEIA MAIS: Tudo sobre o Enem no iG

De acordo com o Ministério da Educação , o prazo para os estudantes se increverem no sistema foi prorrogado devido às dificuldades relatadas por diversos candidatos na hora de realizar a inscrição. 

O Sisu seleciona os estudantes com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Porém, desde a última terça, candidatos que participaram da segunda aplicação do exame, em dezembro do ano passado, relataram dificuldades para acessar o sistema do Sisu.

Até as 18h desta quinta-feira, 2.090.451 estudantes já estavam inscritos. Ao todo, até o mesmo horário, foram feitas 4.033.178 inscrições, sendo que cada candidato pode escolher até duas opções de curso, o que consta como mais uma inscrição no sistema. 

Ainda segundo o MEC, todas as dificuldades de acesso relatadas foram resolvidas. Se algum candidato ainda encontrar problemas pontuais durante as incrições, deve entrar em contato com o ministério por meio do telefone 0800-616161 ou pelo e-mail ouvidoria@mec.gov.br.

LEIA MAIS: MEC diz que falhas no sistema do Sisu foram sanadas; 800 mil já estão inscritos

Ao todo, estão disponíveis pelo Sisu 238.397 vagas em 131 instituições públicas, entre universidades federais e estaduais, institutos federais e instituições estaduais. 

Cabe a cada instituição definir o cálculo que utilizará para a seleção dos novos alunos. Para participar do processo, o estudante só não pode ter tirado nota zero na redação do exame.

Ao todo, mais de 6,1 milhões fizeram o Enem em 2016. Porém, mais de 880 mil participantes realizaram o exame apenas para autoavaliação (como de fossem "treineiros") e 140.294 receberam nota zero na redação. Logo, esses participantes não estão incluídos na base de dados do Sisu. 

A divulgação dos resultados está mantida para a próxima segunda-feira (30). O período de matrícula será de 3 a 7 de fevereiro. Os candidatos que não forem selecionados na chamada regular poderão participar da lista de espera, entre 30 de janeiro e 10 de fevereiro. Esses candidatos serão convocados a partir do dia 16 de fevereiro, caso haja vagas remanescentes.

Nota de corte

Após a abertura das inscrições, são divulgadas uma vez por dia ao notas de corte de cada um dos cursos, tanto pelo sistema universal quanto pelo sistema de cotas.

O candidato também pode consultar, em seu boletim, a classificação parcial na opção de curso escolhido. Ao final do período de inscrição, é divulgada a lista de selecionados. No boletim de acompanhamento, o candidato pode consultar sua classificação e o resultado final. Ao longo do período de inscrição, o candidato pode mudar as opções de curso.

LEIA MAIS: Começam hoje as inscrições para as vagas do primeiro semestre de 2017 pelo Sisu

O Ministério da Educação ressalta que tanto a classificação parcial quanto a nota de corte são calculadas a partir das notas dos estudantes inscritos na mesma opção. Portanto, são apenas uma referência, não sendo garantia de seleção para a vaga ofertada.

* Com informações da Agência Brasil.

    Leia tudo sobre: enem
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.