Enem: número de candidatos passa de 900 mil no terceiro dia de inscrição

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Inscrição deve ser feita pela internet e prazo vai até 5 de junho; provas acontecem nos dias 24 e 25 de outubro

Mais de 9 milhões devem se inscrever para a edição deste ano do Enem
Divulgação
Mais de 9 milhões devem se inscrever para a edição deste ano do Enem

O número de inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2015 chegou a 910 mil até as 10h desta quarta-feira (27), terceiro dia de inscrições on-line. O prazo vai até 5 de junho próximo.

No momento da inscrição, os candidatos precisam informar um número de telefone, celular ou fixo, válido, bem como cadastrar um endereço eletrônico (e-mail), que não pode ser usado por outro participante. O sistema pedirá ainda que o candidato crie uma pergunta e uma resposta de segurança.

Na edição deste ano, estão isentos da taxa de inscrição os concluintes do ensino médio em 2015 matriculados em escolas da rede pública e as pessoas que se declararem carentes. Para os demais, o valor é de R$ 63. O pagamento deve ser feito até as 21h59 (de Brasília) de 10 de junho.

Saiba tudo sobre o Enem

No Enem de 2015, candidatos que sejam travestis e transexuais podem usar o nome social. A inscrição deve ser feita normalmente, no prazo previsto no edital. Posteriormente, entre 15 e 26 de junho, eles devem encaminhar, por meio do sistema do participante, na página do Enem na internet, cópia de documento de identificação, uma foto recente e o formulário preenchido, disponível on-line.

Para que serve o Enem?

A nota do Enem é usada como critério de acesso à educação superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que oferece vagas em 115 instituições públicas, e do Programa Universidade para Todos (ProUni).

Guia de estudos: Professores dão dicas de estudo para o Enem 2015

A participação na prova é ainda requisito para receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), participar do programa Ciência sem Fronteiras ou ingressar em vagas gratuitas dos cursos técnicos oferecidos pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). Estudantes maiores de 18 anos podem também obter a certificação do ensino médio por meio do Enem.

As inscrições para a edição de 2015 devem ser feitas na página do Enem na internet.

Veja os temas de redação que já foram cobrados no Enem:

Publicidade infantil foi o tema pedido pela redação do Enem em 2014. Foto: BBC BrasilO Enem de 2013 pedia que o candidato escrevesse uma redação sobre os efeitos da Lei Seca no Brasil. Foto: Futura PressMovimento imigratório para o Brasil no século 21 foi o tema da redação no exame de 2012. A prova fazia referência à entrada de bolivianos e haitianos no País Na foto, abrigo de refugiados. Foto: João Fellet/BBC Brasil"Viver em rede no século 21: os limites entre o público e o privado" foi o tema da redação no Enem 2011. Foto: Agência EBC/DivulgaçãoEm 2010, o Enem trouxe textos sobre trabalho escravo e propôs uma redação sobre "O trabalho na Construção da Dignidade Humana". Foto: Congresso em FocoEm 2009, o tema de redação foi "O indivíduo frente à ética nacional". Dois dos textos de apoio falavam sobre o tema da corrupção. Na foto, tour da corrupção. Foto: Jan HrdyEm 2008, o tema da redação do Enem foi o desmatamento na floresta amazônica. Foto: Agência BrasilEm 2007, o exame pediu para que os estudantes discutissem o desafio de se conviver com as diferenças. Foto: Leia JáEm 2006, o Enem trouxe uma coletânea de textos sobre a importância de ler e pedia uma redação sobre "O poder de transformação da leitura". Foto: Divulgação/EMEF Amorim LimaO tema da redação no Enem 2005 foi o trabalho infantil. Foto: AFPA redação do Enem de 2004 perguntava "como garantir a liberdade de informação e evitar abusos nos meios de comunicação?" Na foto, protesto contra a censura em 1968 . Foto: Arquivo Agência Estado


Leia tudo sobre: enemenem 2015

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas