Justiça condena SP a pagar R$ 70 mil por morte de aluno dentro de escola

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Estudante e colegas fizeram jogo de roleta-russa dentro de quadra poliesportiva de escola estadual em Jundiaí em 2006

A Justiça de São Paulo condenou o Estado a pagar indenização de R$ 70 mil por morte de um estudante durante o jogo de roleta-russa dentro de uma escola estadual de Jundiaí em 2006. A Procuradoria Geral do Estado afirmou que ainda não foi informada da decisão, registrada no último dia 1°.

Aluno de 13 anos morreu durante roleta-russa dentro da escola
Arquivo/ Agência Brasil
Aluno de 13 anos morreu durante roleta-russa dentro da escola

Em 2006, Brunno Lourenço dos Santos Lima, de 13 anos, morreu após levar um tiro na cabeça dentro da quadrapoliesportiva da escola menos de 20 minutos antes do início das aulas. Bruno participava com colegas da roleta-russa. 

De acordo com a decisão do Tribunal da Justiça do Estado de São Paulo, os jovens estavam em área pertencente a escola, mas que não tinha controle de entrada.  No decorrer do processo, o Estado alegou que o acidente era imprevisível e que seria de culpa da vítima, sem responsabilidade do governo. O Estado disse ainda que sete funcionários eram responsável pela segurança do local.

"Tendo em vista a tolerância incontroversa de que os alunos ali aguardassem o início das aulas, é de rigor a tomada de providências pelo Estado para assegurar adequadamente a segurança do local", afirmou o relator do processo, José Maria Câmara Júnior. 

A Justiça considerou que o acidente aconteceu por falta de vigilância adequada dos alunos, que puderam levar a arma para a área da escola. 

A Procuradoria Geral do Estado informou que ainda não foi notificada da decisão.

Leia tudo sobre: igspviolencia escolareducação básica

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas