Categoria decide em assembleia nesta tarde se greve continua

Agência Brasil

Professores da rede de ensino do Paraná participaram nesta terça-feira (5), pela manhã, de caminhada pelas ruas de Curitiba: o ato visa a protestar contra a violência policial. Em 29 de abril, policiais militares entraram em confronto com professores paranaenses. Os professores protestavam contra projeto que altera as regras de aposentaria dos servidores estaduais.

Entenda: Ato de professores termina com mais de 200 pessoas feridas no Paraná

Os manifestantes caminharam da Praça 29 de Dezembro até o centro cívico, sede do governo estadual. Os professores paranaenses estão em greve desde 25 de abril: reivindicam reajuste salarial, novo concurso público e melhores condições de trabalho. Os professores estão solicitando 13,1% de reajuste e o pagamento retroativo à data-base. Os professores terão reunião com representantes do governo para discutir as reivindicações.

Às 14h30, está prevista assembleia para decidir se prosseguem ou não com a greve.

A caminhada foi convocada pelas redes sociais. O Sindicato de Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP-Sindicato) estima que pelo menos 15 mil manifestantes devem participar da manifestação.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.