Justiça de SP manda suspender propaganda que pede para aluno não ir à escola

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Apeoesp (sindicato de professores estaduais) vai recorrer da decisão. Categoria docente está em greve desde 13 de março

A Justiça de São Paulo determinou na última quarta-feira (1°) que a Apeoesp (sindicato de professores estaduais) tire do ar uma propaganda em que pede aos pais para deixarem de enviar seus filhos à escola durante o período de greve dos professores. 

Na decisão provisória, a juíza Laís Amaral diz que a propaganda é "ilícita e extremamente prejudicial aos interesses dos menores". O texto determina ainda multa diária de R$ 100 mil caso a mensagem continue a ser divulgada.

A Apeoesp afirma que vai recorrer da decisão. Os professores estão em greve desde o dia 13 de março e reivindicam um aumento salarial de 75,33%. A secretaria rechaça a greve, considerada "extemporânea", e afirma que a categoria teve aumento de 45% nos últimos quatro anos. 

A categoria fará nova assembleia nesta quinta-feira, às 14h, no vão do Masp para decidir se continuam em greve. 

De acordo com o sindicato, cerca de 59% dos professores estão paralisados. Em levantamento feito na última sexta-feira, a secretaria estadual afirmou que 8% dos professores faltaram a suas aulas. 

Frase escrita por professores, nesta sexta-feira, 27 de março, reforçando continuidade da greve. Foto: Milena Carvalho/iG São PauloFrase escrita com giz de cera pede fim de prática do governo estadual, neste dia 27 de março, na Avenida Paulista. Foto: Milena Carvalho/iG São PauloA professora Mariellen Colares, que ensina português em Suzano: temos de pressionar governo. Foto: Milena Carvalho/iG São Paulo26.03.2015 - Professores e alunos da rede estadual de São Paulo, em greve desde o dia 13, pedem que governo do Estado negocie reajuste salarial. Foto: Reprodução/Apeoesp Guarulhos26.03.2015 - Professores e alunos da rede estadual de São Paulo, em greve desde o dia 13, pedem que governo do Estado negocie reajuste salarial. Foto: Reprodução/Apeoesp Guarulhos26.03.2015 - Professores da rede municipal e estadual fazem protesto em Manaus por aumento salarial e mudança na carreira docente. Foto: Reprodução/Facebook Juntos26.03.2015 - Estudantes do ensino médio protestam em frente ao Colégio Protássio Alves, em Porto Alegre (RS). Foto: Reprodução/Twitter Decadermatori26.03.2015 - Grupo de estudantes realizam protesto em frente ao Ministério da Educação, em Brasília. Foto: CHARLES SHOLL/FUTURA PRESS26.03.2015 - Estudantes da Universidade Federal do Pará fazem protesto pela manutenção de verba para educação. Foto: Reprodução/Facebook Juntos


Leia tudo sobre: greve de professoreseducação básicaigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas